Record

Odivelas-Benfica, 3-2: Campeão envergonhado

DERROTA NO ADEUS DE TRAPATTONI

Odivelas-Benfica, 3-2: Campeão envergonhado
Odivelas-Benfica, 3-2: Campeão envergonhado • Foto: Paulo César
O Benfica encerrou ontem a época, com uma derrota em Odivelas, diante do oitavo classificado da Zona Sul da II Divisão B. Alinhando de início com dez campeões (Vasco Firmino, da equipa B, foi a excepção), os encarnados rubricaram exibição envergonhada, na despedida de Trap.

Assente no 4x2x3x1, com Alcides a lateral e Paulo Almeida a central, o Benfica, capitaneado por Ricardo Rocha, sofreu três golos em sete minutos.

Após o terceiro golo, Trapattoni fez correcções: Bruno Aguiar recuou para lateral-direito, Alcides passou para o eixo e Paulo Almeida juntou-se a Everson no meio-campo. O Benfica não mais sofreu golos. E reduziu a vantagem. Hélio Santos, o árbitro que actuou com botas cedidas pelo Benfica no jogo com o Estoril, assinalou dois “penalties” discutíveis: no primeiro, Everson marcou; no segundo, Bruno Aguiar atirou à trave. Mas viria a fazer o segundo das águias.

André Luís insatisfeito

Ausência notada em Odivelas foi a do central André Luís. O defesa está insatisfeito com o facto de não ter sido uma opção válida ao longo da época e não compareceu no jogo particular. O empresário do jogador, Toninho Silva, “lamenta” a situação, mas diz “entender” o bicampeão brasileiro.
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M