OPA: Acionistas fundadores da SAD do Benfica perdem 26% na venda

OPA parcial permite à SAD do Benfica no futuro escolher um “parceiro estratégico”, diz o presidente do clube

• Foto: Bruno Colaço

Em abril de 2001 foram colocadas para subscrição as ações da Benfica SAD com um preço unitário de mil escudos (sensivelmente cinco euros). E é esse mesmo valor que a Sport Lisboa e Benfica SGPS propõe-se pagar na OPA parcial anunciada a 18 de novembro.

Contudo, explica o Negócios, quem adquiriu as ações em 2001 e que agora as venda não fica isento de perdas. Basta considerar a inflação ao longo destes mais de 18 anos para se verificar que os detentores de ações perdem 26% do valor investido. Para que isso não acontecesse, a contrapartida da OPA teria de ser de 6,77 euros. A este valor há ainda a acrescentar as despesas com encargos bancários, nomeadamente comissões de custódia, o que elevaria as perdas para "mais de 50%", segundo fontes do mercado.

Leia o artigo na íntegra no Negócios.

Por Negócios
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.