Operação e-toupeira: terminaram as buscas no Estádio da Luz

Paulo Gonçalves esteve no recinto a acompanhar as ações da PJ

• Foto: Lusa

Terminaram, cerca da 18h15, as buscas no Estádio da Luz no âmbito da operação e-toupeira, que levou à detenção de Paulo Gonçalves, diretor do departamento jurídico do Benfica e braço direito de Luís Filipe Vieira, por suspeitas de, em nome da SAD do clube, ter subornado três funcionários judiciais para lhe fornecerem peças processuais do chamado 'caso dos mails'.

Recorde-se que o dirigente da SAD encarnada acompanhou o processo no estádio e irá passar a noite no Estabelecimento Prisional da Polícia Judiciária de Lisboa, sendo ouvido amanhã no Tribunal de Instrução Criminal.

A operação constituiu ainda mais três arguidos, um deles José Silva (funcionário do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos Justiça) também detido.

12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.