Pagar já à banca com dinheiro da TV

Águias podem antecipar receitas do novo contrato com a NOS

• Foto: Paulo Calado

O Benfica pode antecipar receitas do contrato de TV assinado com a NOS, e que apenas entra em vigor a partir da próxima temporada, para pagar já parte das dívidas bancárias. Ao que foi possível apurar, este cenário está em estudo na SAD encarnada, que, de acordo com o último Relatório e Contas, tem mais de 200 milhões de euros referentes a dívida financeira a vencer durante o ano de 2016.

O contrato com a NOS, assinado em dezembro do ano passado, garante ao Benfica um valor total de 400 milhões de euros durante 10 anos. Para já, ainda está sob avaliação da Autoridade da Concorrência, que tem dúvidas sobre a duração dos novos vínculos dos três grandes para venda dos direitos de transmissão dos jogos de campeonato em casa. As águias acreditam que não terão problemas, até porque o contrato é de três anos, renovável automaticamente até a um período máximo de 10. Caso seja este o entendimento do regulador, então a NOS poderá servir para cumprir as obrigações financeiras imediatas dos encarnados.

Esta foi, aliás, uma das promessas de Luís Filipe Vieira: o acordo com a NOS seria para abater o passivo do clube, que ascende aos 429 milhões de euros. Mais de 310 milhões dizem respeito a dívida financeira, da qual 207 milhões é para pagar no prazo de um ano. Esta rubrica inclui empréstimos bancários (117 milhões de euros), empréstimos obrigacionistas (45 milhões) e papel comercial (45 milhões).

Uma das possibilidades nesta altura em estudo é a venda direta de créditos do contrato com a NOS a uma instituição bancária. No fundo, parte dos pagamentos da operadora de TV seriam feitos diretamente ao banco. Desta forma, o Benfica não receberia a totalidade do dinheiro acordado com a NOS, mas libertar-se-ia da pesada fatura da dívida bancária, reduzindo assim os encargos com juros.

Por Sérgio Krithinas e Vanda Cipriano
40
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.