Paraguaios levantam dúvidas sobre o negócio de Vera

Custou 2,8 milhões e nunca jogou na equipa principal

A carregar o vídeo ...
A reportagem que questiona a transferência de Vera para o Benfica

A imprensa paraguaia está a levantar questões acerca da transferência de Francisco Vera do Rubio Ñu para o Benfica, em 2015, pelo facto de o Benfica ter pago 2,8 milhões de euros e de o avançado nunca ter sido utilizado na equipa principal. Segundo os dados apresentados pelo diário 'Hoy' - que utilizada documentos revelados pelo Football Leaks -, em causa estará uma possível fuga ao fisco por parte do emblema guarani.

A modalidade de pagamento revelada pelo Football Leaks dá conta de várias prestações entretanto liquidadas pelos encarnados, num total de 1,4 milhões já encaixados pelo Rubio Ñu (metade do valor absoluto da transferência). Contudo, o 'Hoy' garante que nenhuma parte dessa verba foi declarada junto das Finanças, que deveria ter ficado desde logo com cerca de 10 por cento do valor.

O facto de Carlos Gamarra, antigo jogador do Benfica e na altura dirigente do Rubio Ñu, ter estado envolvido na transferência, assim como o valor estranhamente alto para um futebolista desconhecido são outros pontos que levantaram dúvidas à imprensa paraguaia. A mesma investigação recorda que o Paraguai tem sido considerado um país "altamente suspeito" no que toca a operações de lavagem de dinheiro e fuga aos impostos.

Segundo a investigação do programa ‘La Caja Negra’, do Unicanal, o jogador terminou a carreira aos 22 anos e dedica-se agora ao comércio de artigos desportivos. Record está a tentar obter uma reação do Benfica.

(notícia atualizada às 20h15)

37
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.