Paulo Gonçalves participou em transferência de jogador de Benfica e Aves

'Público' avança que antigo assessor jurídico da SAD do Benfica permanece como “secretário da sociedade” nos registos. Deixou o cargo nas águias em setembro de 2018

Paulo Gonçalves
Paulo Gonçalves

O antigo assessor jurídico da SAD do Benfica e principal arguido do processo E-toupeira, Paulo Gonçalves, abandonou o cargo nas águias a 17 de setembro de 2018 mas, de acordo com os registos da conservatória, permanece como "secretário da sociedade" e terá mesmo intermediado uma transferência de um jogador partilhado por Benfica e Aves.

De acordo com o Público, o brasileiro Lucas Linhares, conhecido no mundo do futebol por Luquinhas, foi comprado pelo Légia de Varsóvia, da Polónia, por 450 mil euros, em julho de 2019, com a empresa Profute Consultoria, constituída por Paulo Gonçalves em janeiro desse ano, a surgir como intermediária do jogador – mesmo que o mesmo tenha sido representado por outra agência, a Eurofoot BV, desde que tinha chegado a Portugal, em 2014.

O jornal refere ainda que, apesar do jogador ter percentagens iguais do seu passe repartidas por Benfica e Aves, o crédito da transferência foi concedido ao Benfica de forma a pagar dívidas que os avenses mantinham com as águias.

Por Sábado
142
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.