Pizzi: comandante ou... talismã 

Com 12 golos, vive a sua melhor época e as águias ganham sempre que o médio marca

• Foto: Move Notícias

Há problema? Chamem Pizzi. O comandante foi decisivo no triunfo em Santa Maria da Feira e aumentou a conta pessoal para 12 golos, números que nunca tinha atingido. O médio até já havia igualado a sua melhor época (2010/11, então ao serviço do P. Ferreira), mas o tiro certeiro de ontem desfez o empate.

A questão é que o transmontano, o único jogador dos encarnados utilizado em todas as jornadas (fez 40 dos 41 encontros no total), tem sido um verdadeiro talismã para as águias... e não é só esta época. Ora, o internacional português contabiliza 24 golos distribuídos por 21 jogos desde que chegou à Luz, em 2014/15, e o Benfica acabou todos esses encontros a festejar. É o mesmo que dizer que se o comandante marca... a águia vence.

Veja-se que já são 10 as partidas em que golos de Pizzi significaram glória para os encarnados só esta época, logo a começar pela Supertaça, com o Sp. Braga (3-0). A esse duelo juntam-se os embates para a Liga com Sp. Braga (3-1), Chaves (2-0), P. Ferreira (3-0), Moreirense (3-0), Rio Ave (2-0), Tondela (4-0) e agora Feirense (4-0), bem como os triunfos diante de Marítimo (6-0) e Leixões (6-2) na Taça. E a verdade é que o comandante abriu mesmo o ativo nos embates com Tondela, Leixões e Moreirense, além da partida de ontem. Um comandante talismã... e vice-versa.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.