Pizzi confessa ponto fraco: «Nunca marquei de cabeça no Benfica»

Médio quer melhorar nesse e noutros aspetos

• Foto: Filipe Farinha

Pizzi concedeu uma entrevista à BTV onde, entre outras coisas, falou do seu ponto fraco: o jogo aéreo. Em todo o caso, o médio do Benfica quer melhorar esse e outros aspetos.

Marcar na Luz

"É um motivo de alegria enorme, sabendo que a família está a apoiar. Fazer golos perante o nosso público é sempre especial."

Ainda treina remates de pé esquerdo?

"Tento sempre treinar e aperfeiçoar isso. Em treino é que podemos melhorar o que é menos positivo. Tento rematar muitas vezes e fazer muitas receções com o pé esquerdo. Sou muito melhor com o pé direito. Temos milésimos de segundo para decidir. Se calhar uma receção bem feita com o pé esquerdo pode dar uma vitória ou um golo. É importante nos treinos e no dia-a-dia melhorar aquilo em que somos menos bons."

Marcar de cabeça

"É um dos meus pontos fracos, obviamente. Não só não sou muito forte no jogo aéreo nem é aquilo que mais domino. Apareço numa zona da área para onde mais passes atrasados e combinações curtas e se calhar não tanto o cruzamento largo para aparecer a finalizar de cabeça. É o meu ADN. Nunca aconteceu um golo de cabeça no Benfica mas espero em breve que suceda."

Livres

"Felizmente aqui temos um batedor de livres muito bom que é o Grimaldo. Eu dou-lhe sempre a preferência para ele bater. É um grande marcador de livres. Não é uma muita coisa que tenho vindo a treinar muito, confesso. Não é uma coisa que goste muito de fazer mas acho que vou tentar melhorar esse aspeto."

15 golos – Objetivo definido para a época?

"Na minha vida e no início da época nunca coloco uma meta. O mais importante para mim e para todos os jogadores é o trabalho diário, é aquilo que podemos controlar. O mais importante é fazer as coisas bem e ajuda o Benfica a conquistar vitórias. Se puder ajudar com assistências e golos melhor. O nosso objetivo é podermos no fim estar a festejar outra vez no Marquês."

24 assistências

"É um motivo de orgulho enorme ter sido o jogador com mais assistências na Europa. É aquilo para que trabalho diariamente. Foi um grande motivo de orgulho para mim. O objetivo é superar-me todos os dias, as minhas marcas da época passada. Mais para a frente veremos se posso bater a minha marca de assistências."

Só falhou 9 jogos do Benfica. Fez 94% de jogos. Faz trabalho de prevenção?

"Tento todos os dias trabalhar ao máximo e temos connosco uma equipa técnica e o Benfica Lab que nos ajuda muito na prevenção de lesões. É muito importante para todos os jovens e para os jogadores se for feito de uma maneira correta. Acaba por passar por isso. Trabalho diário, a alimentação e o descanso também é muito importante. Espero continuar assim, durante muito tempo sem lesões."

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.