Record

Pontapé na maldição

VOLTA A ERGUER A SUPERTAÇA 15 ANOS DEPOIS

O Benfica voltou ontem a erguer a Supertaça, terminando com um jejum de 15 anos. Com o triunfo de ontem sobre o V. Setúbal, carrasco dos encarnados três meses antes no Jamor, o clube da Luz não só se desforrou do adversário que o impediu de alcançar a dobradinha na época transacta, como quebrou uma maldição que teimava em perdurar.

Os encarnados raramente revelaram apetência pela conquista deste troféu, detendo o recorde de desaires na competição. O Benfica conquistou a Supertaça pela quarta vez, o que permitiu a descolagem do Boavista, mas tem no seu currículo nada menos de dez derrotas na prova.

Não admira assim que tivesse sido a equipa liderada por Sven-Goran Eriksson a última a cometer a proeza, até porque nos anos 90 os títulos rarearam para as bandas da Luz, factor que por si só impediu a discussão do troféu.

A última conquista datava assim de 29 de Novembro de 1989. Os encarnados venceram no Restelo, por 2-0, repetindo o resultado da primeira mão. Macaé (na própria baliza) e Magnusson marcaram os golos. Na partida da Luz, a 25 de Outubro, o Benfica já tinha alcançado uma vitória incontestável, desta feita fruto dos tentos obtidos por Vata e Lima.

A partir de então, o clube da Luz discutiu a prova por mais cincinco vezes, somando outros tantos desaires... e todos frente ao FC Porto, que continua com mais Supertaças conquistadas (14) do que todos os outros clubes juntos (13).

Infelizes

O V. Setúbal, por seu turno, estreou-se nestas andanças, devido ao feito cometido em Maio, no Estádio Nacional, frente ao opositor da noite de ontem. Os sadinos não tiveram sucesso mas não há a mínima razão para se sentirem diminuídos. Afinal, a prova disputa-se desde 79/80 e apenas cinco emblemas a ostentam nas respectivas vitrinas.
23
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M