Record

Quique e os cinco na casa de partida

CORPO TÉCNICO APRESENTADO POR RUI COSTA

No dia “zero” do Benfica 2008/09, o novo corpo técnico da águia deslocou-se ao Seixal para conhecer o centro de estágio no qual (e do qual) emanarão as ideias para o “projecto que permita abrir ciclos de vitória bem sustentados”.

A expressão foi proferida por Rui Costa quando empossado director desportivo (14 de Maio), e o mesmo homem forte do futebol da Luz serviu de cicerone na apresentação do complexo da margem sul a cinco (Quique Flores, Fran Escribá, Paço Ayestaran, Emilio Álvarez e Diamantino Miranda) dos seis membros do “staff” – Fernando Chalana, obviamente, não necessitou de guia...

O septeto chegou ao Campus às 16.45 num monovolume e as novidades do Benfica da próxima época logo trataram de conhecer os cantos à casa. Longe dos repórteres, Quique Flores conferenciou com Paco, enquanto Chalana e Diamantino se deram a conhecer a Álvarez e Escribá.

Os depoimentos chegaram pelo site do clube no qual o timoneiro, Flores, que se tem dedicado ao visionamento de vídeos sobre os jogadores, concluiu existir “atletas interessantes” no plantel e que a sua tarefa fundamental será “potenciar os jovens”.

Diz-se, então, seduzido pelo trabalho que tem pela frente: “É excitante e estimulante a aventura de ajudar cada atleta a ultrapassar as suas próprias barreiras. Teremos de ser mais fortes e perigosos.” O reforço da equipa, diz, “é um processo que não pára”.

Mais informação na edição impressa de Record
1
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M