Recurso ‘força’ Diamantino em Moçambique

Treinador está proibido de entrar no país

A Liga Desportiva de Maputo, sabe Record, vai recorrer da decisão do governo moçambicano de proibir a reentrada de Diamantino Miranda naquele país, depois de lhe ter sido decretada a expulsão, em outubro de 2013. Ao abrigo de uma parceria com o Benfica válida por dois anos, o dito clube iria integrar Diamantino nos quadros, bem como um adjunto que acumularia funções de coordenador da formação. O treinador deveria ter rumado a Moçambique já na última segunda-feira, mas terá agora de esperar pelo resultado do dito recurso.

Em 2013, recorde-se, o técnico disse que todos os moçambicanos são "ladrões", reagindo a um jogo em que criticou violentamente a arbitragem. Agora, opta pelo silêncio.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.