Record

Reforços na equipa B

PAULO ALMEIDA E DELIBASIC AJUDAM JOVENS NA III DIVISÃO

João Santos, treinador da equipa B do Benfica, vai contar hoje com dois reforços de peso no importante jogo com o Cacém. Os encarnados, na luta pela liderança da Série E da III Divisão (estão na frente em igualdade pontual com o Real), têm vários jogadores lesionados e a SAD entendeu ajudar, disponibilizando futebolistas que não têm feito parte dos eleitos de Trapattoni na SuperLiga.

“Vão jogar pela equipa B. É normal e é importante ajudar a conquistar o primeiro lugar. Por outro lado, vão ganhar confiança e condição física, pois não há treino nenhum que lhes dê o mesmo ritmo que um jogo da equipa B. Jogadores famosos que tive no Milan, por exemplo Gullit e Van Basten, também jogaram pelas reservas. Aqui em Portugal não há esse costume mas penso que vai mudar”, afirmou ontem Trapattoni, confirmando os “empréstimos”.

A equipa B do Benfica, que já teve oito pontos de vantagem para o segundo classificado, cedeu terreno nas últimas partidas. O plantel tem sido afectado por várias lesões e João Santos tem recorrido, recentemente, a futebolistas juniores. Desta feita – e para suprir as ausências dos lesionados (Amaro Fernandes, João Vilela, Frederico Runa, João Coimbra e Tiago Gomes) e de Mawete (rescindiu contrato) – terá seniores bem mais experientes, que assim se juntam a um outro, Tomo Sokota, despromovido já desde Janeiro, por insucesso nas negociações para a renovação.

Tapados

Paulo Almeida, aposta de início de época para substituir Tiago, não só não convenceu Trapattoni como se viu ultrapassado pela surpresa Manuel Fernandes. O brasileiro deixou, inclusivamente, de ser visto como alternativa. Veja-se que hoje, frente ao Estoril, Bruno Aguiar será o substituto de Manuel Fernandes. E no banco estará Everson.

Quanto a Delibasic, tem o espaço condicionado pelo esquema táctico (apenas um avançado) e pela subida de forma de Nuno Gomes e Mantorras. E ainda há Karadas.

Médio marcado pelas derrotas

Depois de perder a titularidade para Manuel Fernandes, Paulo Almeida (296 minutos na SuperLiga) ainda foi sendo utilizado, mas perdeu definitivamente o espaço após as fracas exibições como titular nas derrotas com a União de Leiria e o Beira-Mar. Nesses jogos saiu sempre ao intervalo. Delibasic, que se tem treinado em destaque, apenas acumulou 59 minutos no campeonato (Académica e Braga) e 11 na Taça (Estrela).
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M