Relvado condicionou

Pequenas áreas e zonas junto dos bancos de suplentes foram problemáticas

• Foto: Hugo Monteiro

O estado do relvado foi um dos temas que mais tinta fez correr na antevisão da deslocação do Benfica ao terreno do Feirense e, afinal de contas, até havia razões para alguma apreensão. Embora o panorama geral não fosse terrível, houve alguns lances condicionados por tal, nomeadamente aqueles disputados junto das pequenas áreas de ambas as balizas e dos bancos de suplentes das duas equipas.

Houve inclusive um momento em que Jonas poderia ficar em boas condições para encostar e fazer golo, mas a bola acabou por saltar e mudou de trajetória, enganando o goleador – e também Edson Farias, que tentava intercetar o lance. Sendo visível, mesmo antes do jogo, que aquelas partes do campo não se encontravam nas melhores condições, foram notórias algumas precauções por parte dos guarda-redes quando efetuavam os exercícios de aquecimento.

Ausência de chuva ajudou

A situação poderia ser ainda mais complicada, caso tivesse chovido durante o dia de ontem, tal como era previsível. Nas horas que antecederam o jogo, as condições meteorológicas foram bastante favoráveis, o que também acabou por permitir que o terreno de jogo não se encontrasse tão empapado durante os 90 minutos.

Por Ricardo Vasconcelos e Valter Marques
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.