O Benfica perdeu o clássico da Luz, domingo, e consequentemente o 1.º lugar da Liga para o FC Porto, mas não por isso que José Ribeiro e Castro atira a toalha ao chão.

"É sempre muito frustrante, trazer para a nossa casa aquele que podia ser o jogo da decisão do título e perder. Ainda não estou refeito daquele golo aos 90 minutos, mas não quero contribuir para o lamber da mágoa. O fundamental é vencer os quatro jogos que faltam, é esse que tem de ser o nosso foco", comentou o antigo dirigente benfiquista a Record, considerando que no jogo de domingo "Jonas fez falta" e que "talvez a substituição de Rafa tenha sido um erro, estava a jogar bem". 

Ribeiro e Castro sublinha que o Benfica não pode desperdiçar mais pontos e tem de pensar que ainda é possível chegar ao título: "Temos de ganhar frente ao Sporting, em Alvalade, mas primeiro temos de ganhar fora com o Estoril, em casa com o Tondela e com o Moreirense, na última jornada. São todos iguais em termos de propósito. Não há jogos mais fáceis, sobretudo num campeonato tão disputado como este, com as variações que já teve. Quando entramos em campo há três resultados possíveis, mas só um nos interessa. E enquanto houver pontos em disputa acredito que é possível chegar ao título. Só um tonto, um vencido da vida, já não acredita."

O antigo dirigente dos encarnados lembra que são "tetracampeões" e que "Rui Vitória merece o reconhecimento e o apoio dos benfiquistas", sublinhando que os balanços fazem-se apenas no final do campeonato: "muito provavelmente só na última jornada ficará tudo decidido."


Autor: Marta Correia Azevedo