Ricardo Rocha recorda título em 2004/05: «Mantorras foi o nosso talismã»

Antigo defesa-central das águias destaca união do grupo, então liderado por Trapattoni

• Foto: BTV

Ricardo Rocha, antigo defesa do Benfica, recordou num programa da BTV, onde também estiveram Nuno Gomes e Mantorras, a conquista do título na época de 2004/05, depois de 11 anos de jejum. O ex-jogador não esquece o ambiente, a festa, a união do grupo e o papel de Mantorras.
 
Ambiente
"Foi extraordinário. O jogo com o Sporting foi fantástico. O ambiente então… Ficámos com vantagem. Estivemos em estágio em Óbidos e a pressão ia-se acumulando. Mas sabíamos bem o que fazer… Depois, foi indescritível. No Bessa, conseguimos controlar todos os fatores porque queríamos muito vencer o campeonato. Ficará para sempre na minha memória. Como disse o Nuno, foi o início daquilo que o clube é hoje. O Mantorras foi o nosso talismã. Tinha aquela chama à volta dele e quando se levantava para aquecer e entrar, nós sentíamos."

União
"A união conduziu-nos ao título. Só um grupo forte conseguiria ultrapassar todas as dificuldades."

Triunfo na Taça de Portugal, um ano antes
"Foi muito importante essa conquista. O Camacho queria melhores condições, ao nível de um clube como o Benfica, e conseguimos vencer o FC Porto, que viria a ser campeão da Europa. Foi muito importante devido à morte do Fehér e do Bruno Baião. Queríamos dedicar-lhes a Taça. Depois fomos à procura de mais e conseguimos a grande vitória no campeonato. Houve muito mérito do Trapattoni, concordo com o Nuno. Tinha uma relação fantástica connosco e as palestras eram qualquer coisa. Por ele ia contra um muro. Depois, pessoas como Lourenço Coelho, José Veiga e Álvaro foram importantíssimas. Quanto ao Mantorras, sabíamos o que ele sofria. Com o Marítimo, ele fez o golo da vitória. Foi extraordinário ver a nossa felicidade ao correr para ir ter com ele."

Nuno Gomes enquanto jogador
"O Nuno é um grande amigo, uma extraordinária pessoa. Uma lenda! Jogava muito bem de costas para a baliza, sabia que conseguia sempre colocar um passe. Sabíamos que podíamos sempre contar com ele e foi uma referência. Deu-nos muitas alegrias e troféus."

Mantorras enquanto jogador
"Era explosivo. Foi uma pena muito grande não ter mostrado todo o seu potencial. Teria sido dos melhores jogadores da sua geração a nível mundial. Mesmo assim, ainda conseguiu mostrar alguma da sua qualidade e ajudar o Benfica nessa conquista."

Por Alexandre Moita
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0