Rui Costa explica scouting do Benfica: «A cada dia chegam centenas de perfis de jogadores»

Administrador da SAD encarnada explicou o processo de seleção de jogadores do clube

• Foto: Nuno Fonseca / Movephoto

Rui Costa, administrador da SAD do Benfica, explicou esta quarta-feira, no painel do World Scouting Congress, a estratégia de prospeção e seleção de jogadores do Benfica, uma tarefa que visa "facilitar o trabalho do treinador".

"O Benfica tem uma ótima equipa de scouting interna e ótimos colaboradores um pouco por todo o mundo. Muitas vezes as equipas internas de scouting não tem muitos elementos. Temos uma boa equipa interna e depois muitos colaboradores fora. É a filosofia que seguimos no Benfica", afirmou o administrador da SAD encarnada.

Rui Costa explica que o facto da equipa de scouting do Benfica ser 'reduzida', ajuda a fazer uma melhor seleção de jogadores, podendo fazer um perfil mais completo sobre cada atleta.

"Apesar de termos esta equipa interna, ela está dividida por várias áreas: Europa, Argentina, etc. Toda essa triagem chega ao treinador. A cada dia chegam centenas de perfis de jogadores. O nosso trabalho é facilitar o trabalho do treinador que não tem tempo para analisar tantos perfis. Este núcleo muito estreito pode ajudar muito a decidir que jogador(es) a contratar. Nós temos um sistema que nos leva a que estejamos conscientes de que um determinado jogador é o melhor a contratar para o Benfica", frisou.

O antigo jogador do Benfica afirma que, apesar de todo um trabalho minucioso, ainda existem mercados difíceis de alcançar, tal como o inglês.

"Há Ligas superiores às nossas onde os jogadores preferem jogar, ou seja, tens de antecipar tempos. Para convencê-lo a uma Liga portuguesa, ele tem de sentir a esperança de encontrar num clube português um trampolim. Temos é de saber aproveitá-lo enquanto está cá. Por vezes, estamos a falar de jogadores em idades onde têm tudo para dar grandes jogadores, mas há uma série de factores que podem conduzir ao sucesso ou não. Há todo um perfil mental. Nós não acompanhamos só o futebol profissional, mas o futebol dos mais jovens e estamos sempre muito atentos a esse tipo de mercado. Mas há mercados muito difíceis para trazer jogadores para cá, como o mercado inglês", referiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.