Rui Costa fala das novas responsabilidades e lembra: «Não sou um benfiquista de modas ou atos eleitorais»

Vice-presidente quer fazer um bom trabalho e não pensa na sucessão a Vieira

A carregar o vídeo ...
Rui Costa presidente do Benfica em 2024? A resposta do dirigente encarnado

Rui Costa diz que será avaliado "diariamente" na nova condição de vice-presidente do Benfica, um cargo que quer desempenhar bem. Após a reeleição de Luís Filipe Vieira, o dirigente disse não estar a pensar na liderança do clube tendo em visto as eleições de 2024.

Novas responsabilidades como vice

"Sei o que esperam de mim e a responsabilidade que tenho. Tudo farei para que o clube seja cada vez maior, que continue a crescer à dimensão que todos querem. Não sou um benfiquista de modas ou atos eleitorais, sou um benfiquista ferrenho, e só assim consigo viver o Benfica. Quero voltar a ver o Benfica unido e cabe-nos juntar a nossa familia, é o qe mais quero. Todos juntos os títulos ficam muito mais próximos."

Sucessão a Vieira?

"Nao vou estar a trabalhar diariamente no Benfica com a fixação de ser presidente daqui a quatro anos. Serei avaliado todos os dias, como já era como administrador. É um grande orgulho ser vice-presidente do Benfica e os os meus pais deven estar em casa a chorar hoje por verem o filho como vice-presidente. Todos no Benfica sao avaliados vliaos e é assim que tem de ser. Fui avaliado como jogador, administrador e agora como vice-presidente. É um grande orgulho considerar que eu esteja pronto. Mas jamais farei qualquer coisa sem sentir que pposso contribuir para o sucesso. Até lá há muito tempo para avaliar isso. Compreendo perfeitamente e quando assumimos estes cargos temos de estar preparados, temos de sentir a responsabilidade. Não pode ser só vaidade de cá estar. Temos de sentir o Benfica, temos de ter a capacidade de dar aos adeptos aquilo que eles querem. Olhando ao presente e à minha função, não vou deixar de estar ligado ao futebol, nós só pensamos em títulos. Além disso, faço questão de ver a família toda reunida."

Desafios

"Trabalhar no Benfica é todos os dias um desafio, como era quando vestia a camisola para treinar. Não quero repetir-me, mas só vejo este clube cada vez maior. Sou um dirigente, não posso dizer que não faça a parte de dirigente, mas sou muito adepto. Só consigo ver o Benfica bem grande, hoje demos mais uma prova disso. Agora é atacar os títulos. Vou acrescentar porque oi futebol continua todo igual. Vou fazer o que fazia no futebol, mas em vez de estar só no futebol estou na direção também para ajudar também e assumir as minhas responsabilidades.

Recado

"Se não tivéssemos sido eleito, porque não considero isto ganhar, estaria no próximo jogo nas bancadas se pudéssemos. Não considero ganhar ou perder. As pessoas deram a responsabilidade de assumir este quatro anos. Toda a gente tem direito à opinião e participar. Acabaram hoje as eleições, fomos eleitos e agora estamos todos juntos. Não dois Benficas ou três. É isso que temos de fazer. É evidnete que pensamos nos títulos, amanhã temos aqui jogo e farei o meu trabalho, quero ver a família toda junta. Não consigo encarar o Benfica de outra maneira"

Por Record
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.