Rui Gomes da Silva: «Determinarei imediatamente o início de uma auditoria»

Candidato à presidência promete pedir análise às contas do Benfica

• Foto: Miguel Barreira

Rui Gomes da Silva promete realizar uma auditoria às contas do clube assim que seja eleito presidente, em outubro.

"No meu início de funções no Benfica, determinarei imediatamente o início de uma auditoria para apurar ao pormenor as contas que o Benfica tem. Queremos saber qual o ponto de partida para cumprir o sonho que nos comprometemos e mantemos intacto. Vamos fazer contas, vamos analisar as coisas para que não nos digam que tínhamos uma situação e partimos de uma outra completamente diferente", vincou o candidato à presidência das águias num vídeo partilhado no Facebook.

O antigo vice-presidente dos encarnados garante que vai, inclusivamente, agir judicialmente se houver motivos para tal, comprovando-se a má gestão do clube da Luz.

"Não terei outro interesse, outros valores, outro interesse no Benfica. Esse é o meu compromisso com o clube e com os sócios, acima de tudo e todos, acima dos meus interesses e dos interesses dos meus amigos. Serei imparcial mas serei o maior defensor dos interesses do Benfica. Sou sócio do Benfica há 62 anos. A mim ninguém me dá lições de benfiquismo quer sobre auditorias quer sobre contas ou resultados de jogos. Sou do Benfica, estarei sempre ao lado do clube. Agora, será sem hipocrisias. Não quero continuar no caminho que nos levou a esta situação, uma situação tão difícil que vamos encontrar no dia em que tomarmos posse, para cumprir o que os sócios querem porque o Benfica é nosso", explicou.

Rui Gomes da Silva reiterou ainda que está algo apreensivo quanto ao que vai lendo em relação às contas do Benfica.

"Tememos, pela leitura do Relatório e Contas, que não seja a melhor das situações. O Benfica está à beira do incumprimento das regras do fair-play financeiro. É um Benfica com uma redução substancial das receitas que agora aconteceu face à não-entrada na Liga dos Campeões. A aquisição dos passes de jogadores tem acontecido com todos eles a serem pagos nos próximos quatro anos. Temo que a situação do Benfica não seja, nem de longe nem de perto, aquela que nos tentarem vender e que seja muito próxima daquela que andamos a criticar e andamos a rir sobre outros clubes adversários intervencionados pela UEFA. Esse irá ser o cenário que porventura irei encontrar quando chegar ao Benfica", atirou.

Por Flávio Miguel Silva
33
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.