Rui Gomes da Silva: «Não contem comigo para dizer mal»

Rejeita fazer oposição a Luís Filipe Vieira

• Foto: Luís Manuel Neves

Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica que não faz parte da nova lista de órgãos sociais de Luís Filipe Vieira, mostrou-se confiante que as águias vão permanecer no trilho das conquistas, rejeitando alguma mágoa por não continuar como braço-direito de Vieira.

"Este enorme número de pessoas a votar traduz a grande vivência do Benfica. Estes projetos têm mais força quando são sufragados. A grandeza do Benfica não permite a que todos possam vir cá hoje mas este ambiente de benfiquismo favorece todos. Os sócios ficam mais confiantes em dizer qual o caminho que pretendem que o clube siga", afirmou o antigo vice-presidente de Luís Filipe, que não entrará na nova lista dos órgãos sociais.

"O facto de não fazer parte da lista não quer dizer que esteja contra. Nunca entrei para a direção para ser oposição, como também nunca saí para fazer oposição. Nem ficaria bem na minha consciência. Eu não sou desses que quando sai diz mal... lamento desiludir as pessoas que pensavam que era isso que acontecesse. Não contem comigo para dizer mal, muito menos de uma pessoa com quem trabalhei e ajudei durante sete anos. Não tenho esses princípios", sublinhou Rui Gomes da Silva à 'BTV'.

"O grande problema do Benfica é construir e continuar a construir a grandeza. O Benfica é muito grande. Colaborei com esta direção, ajudei-a, e agora a única coisa que quero é que o Benfica ganhe todos os jogos e conquiste todos os títulos. Isso faz-me feliz, à minha família e a 60% dos portugueses", finalizou.

Por Diogo Jesus
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.