Rui Gomes da Silva estica a corda: quer ser o n.º 2... ou então sai

Em consequência do afastamento de Rui Cunha, abre-se uma vaga como número dois

• Foto: João Santos

A saída de Rui Gomes da Silva da direção do Benfica é está em aberto e é o cenário mais forte nesta altura. A continuidade do antigo ministro tem sido analisada.

Em consequência do afastamento de Rui Cunha, abre-se uma vaga como número dois. O advogado, de 58 anos e que integra o elenco liderado por Luís Filipe Vieira desde 2009, já fez saber que ambiciona esse cargo, pela ligação ao líder diretivo, embora este tenha outros planos. Há dois fortes candidatos, José Eduardo Moniz e Nuno Gaioso.

Gomes da Silva chegou ao Benfica em 2009. No primeiro mandato, ocupou o lugar na direção e na SAD, como representantes do clube. Três anos depois, deixaria o cargo na sociedade, a favor da continuidade no programa ‘Dia Seguinte’.

Sublinhando "a solidariedade, o compromisso e o apoio" a Vieira, Gomes da Silva não desfez o ‘tabu’ na segunda-feira. "Importante é o cargo do presidente", disse, prometendo votar em Vieira.

Por Vanda Cipriano e Nuno Martins
36
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0