Rui Gomes da Silva: «Vieira deve estar a preparar-se para convocar eleições antecipadas»

Assumido candidato garante posição do atual presidente

• Foto: Rui Minderico

Rui Gomes da Silva antecipou esta segunda-feira que o Benfica verá eleições antes do final de mandato de Luís Filipe Vieira, em outubro de 2020, associando este momento a uma anunciada vitória do 37º título de campeão nacional em futebol.

"Ora, contando já com a conquista desse título, Luís Filipe Vieira deve estar a preparar-se para convocar eleições antecipadas. Porque, sendo campeão, todos os momentos, a partir daí - presumindo que lá chega nas mesmas condições de hoje - serão sempre piores que as do dia anterior... e assim sucessivamente!", vincou o assumido candidato e antigo 'vice' em declarações ao blogue 'Novo Geração Benfica'. A explicação continua depois.

"E se - antes - todos os momentos eram bons para se auto-elogiar, como o jantar de comemoração dos 15 anos do novo estádio, a partir de janeiro, com a equipa a ganhar, Vieira passou a utilizar todos os momentos para fazer campanha. Campanha no auto-elogio, campanha nas promessas de um Benfica campeão curopeu, campanha sobre as casas, campanha sobre as obras, campanha nos convites para as viagens da equipa ao estrangeiro, campanha nos convites para o Camarote Presidencial... campanha... campanha... campanha!!!", acrescentou Gomes da Silva que considerou que Vieira "tem um lugar na história embora não como quer fazer crer".

"Ele, que nunca foi um Presidente querido, mas apenas tolerado. Sem um passado de adepto, sempre duvidaram da sua proximidade com o Porto (no Alverca como, agora, com os "Catões da vida"), nunca tendo conseguido uma relação de empatia com o "povo benfiquista"!", declarou.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas