Rui Vitória: «Admito claramente voltar ao Benfica»

Técnico não fecha a porta a um retorno ao clube da Luz

• Foto: LUSA

Em entrevista à TVI24, Rui Vitória garantiu que não deixou o Benfica magoado com o clube, mas admitiu que parte sentiu alguma mágoa "em determinados momentos", por entender que deveria ter havido "mais tolerância". Ainda assim, o atual treinador do Al Nassr deixa a porta aberta a um regresso à Luz, ainda que deixe claro que por agora o seu futuro passa pelo futebol da Arábia Saudita, onde chegará na segunda-feira.
Magoado com os adeptos?

Não saí magoado com o Benfica. Saí magoado em determinados momentos porque entendi que deveria entender que deveria haver mais tolerância em alguns momentos. Estamos a viver de um jogo de futebol, de uma modalidade de emoções. A legitimidade do benfiquista de ganhar sempre pode levar a esta menor racionalidade, menor tolerância. Tivemos a preocupação de fazer sempre bem o que tínhamos a fazer e o benfiquista não entendeu isso. Há algo que o tempo vai vincando mais na historia que é o facto do nosso ficar marcado por variadíssimos aspectos. Pelos títulos, pela mudança de paradigma, pela aposta na formação e valorização de jogadores, com a facturação de muitos milhões de euros e pelo que se deixa em termos futuros. O tempo irá dar razão a esse aspectos.

O tempo irá fazer-lhe justiça?

Não preciso dessa justiça. O tempo vai ditar que esses dados são objectivos e vão ficar marcados. Saí magoado em determinados momentos e agora já não havia um ambiente nada agradável para toda a gente.

Admite voltar?

Sou profissional de futebol. Com o Benfica terminou este ciclo. Quis dar esta entrevista aqui para chegarmos a mais benfiquistas e desportistas em geral mas para terminar este ciclo. O futuro a Deus pertence. Sou treinador, faço isto com paixão. Admito claramente voltar ao Benfica.

Noutras funções?

Sim. Admito porque são áreas que eu gosto. Gosto de ter uma visão alargada por aquilo que é um clube, por aquilo que um clube tem de implementar. Sobre tudo o que são aspectos organizacionais. O futuro a Deus pertence. O meu futuro agora é treinar na Arábia.

Por Pedro Ponte e Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.