Rui Vitória: «Criámos um desafio aos jogadores: repousar ou aumentar o 'score'»

Destaca a reação dos jogadores na segunda metade

• Foto: LUSA

Naturalmente feliz pelo triunfo por 6-0 da sua equipa diante do Marítimo, Rui Vitória enalteceu o facto de os jogadores terem entendido a mensagem que o técnico lhes passou ao intervalo, quando já vencia por 3-0.

Rui Vitória: «Não falei ontem para ganhar hoje...»
"Sabíamos que íamos encontrar uma equipa difícil, boa, que vinha aqui com muitas ambições e demonstrou-o na semana passada, mas sabíamos também como poderíamos causar problemas e desbloquear o jogo. Não vou dizer o quê, mas os jogadores interpretaram isso na perfeição. Os seis golos acabam por ser a consequência dessa abertura do jogo. Acabámos por desbloquear, por fazer o primeiro golo, logo a seguir o segundo, depois as coisas ficaram mais fáceis e acabámos por fazer uma exibição e qualidade, com uma circulação de bola com segurança muito grande na segunda parte. Fizemos seis golos, penso que foi uma exibição perfeita para um primeiro jogo em casa, em 2016, que queríamos brindar os nossos adeptos e foi uma exibição muito boa", começou por dizer, à BTV.

De forma curiosa, e contra as estatísticas recentes, o Benfica desta vez não marcou na fase final da partida. Algo que para o técnico é natural. "O futebol tem dessas coisas. Não vale a pena fazer cenários. É preciso que a bola entre, seja no primeiro ou no último minuto. Agora já se pode dizer que vamos marcando em todos os momentos do jogo. Foram mais seis, três na primeira, três na segunda, contra uma boa equipa, mas que acabámos por facilitar o jogo, na forma como fizemos os primeiros golos. Sabíamos que nos poderiam causar problemas, caso não conseguíssemos desbloquear", admitiu.

A vencer por 3-0 ao intervalo havia a possibilidade de os jogadores relaxarem com a vantagem, mas não foi isso que aconteceu e Rui Vitória explica o porquê. "Criámos um desafio aos jogadores. Repousar ou aumentar o 'score' e foi isso que os jogadores entenderam que nós queríamos, que era ir à procura de mais golos, continuar com uma rotação elevada e depois não correr riscos, circulando a bola sem a perder muitas vezes – perdemos mais do que a queríamos -, mas foi uma exibição segura, consistente e na segunda parte o Marítimo acabou por não ter qualquer reação", finalizou.

Por Valter Marques
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.