Rui Vitória: «É sempre responsabilidade do treinador»

Técnico do Benfica assume 'culpa', mas aponta mira ao que aí vem

• Foto: Pedro Ferreira

Diante do Basileia, o Benfica tinha a chance de conseguir somar os primeiros pontos no Grupo A da Liga dos Campeões, mas acabou por ter a mesma sorte dos cinco jogos anteriores: uma derrota. Desta feita por 2-0, num resultado do qual Rui Vitória assume total responsabilidade.

Sexto jogo, sexta derrota do Benfica na Liga dos Campeões

"Não conseguimos vencer, num jogo que foi o espelho do que se passou nesta caminhada. O adversário foi à nossa baliza três vezes, defendeu bem e marcou golos. Nós estivemos à procura do golo e a bola não entrava. É evidente que os níveis de confiança nesta prova não estavam como queríamos. Este jogo foi como o primeiro, como grande parte dos jogos. Objetivamente não fomos muito inferiores aos adversários, mas eles aproveitaram erros. E isso na alta competição, na Champions, paga-se caro e nós pagámos"

De quem é a responsabilidade?

"É sempre responsabilidade do treinador. Sou o líder desta equipa e nem vale a pena discutir isso, pois é uma verdade de La Palice. Temos uma grande tristeza por não vencer, mas temos de ter noção de que sábado há um jogo para o campeonato, que é a prova na qual acabamos por focar a sério. Esta campanha já acabou, não vale a pena analisar - quer dizer, vale, mas não em demasia -, pois não podemos fazer nada. Temos o campeonato sábado, onde estamos na luta com as outras equipas que estão no topo"

A tristeza é maior por ter sido feito o pior registo de sempre de uma equipa portuguesa na Champions?

"A tristeza é sempre grande por não ganhar. Queremos que as coisas corram bem, mas este ano entrámos numa espiral negativa, numa série de situações pouco normais na Champions. Vivemos os jogos todos nessa espiral. Não há aqui diferenças substanciais em relação às outras equipas, mas nós não materializámos, não ganhámos e assumimos esta tristeza. Agora é virar a página. Não há outra forma de encarar"

Esta campanha dá mais responsabilidade para conquistar o título?

"A responsabilidade é sempre a mesma. A exigência é sempre enorme connosco mesmos. Não podemos fazer mais nada aqui. Agora temos de olhar para as prova sque temos. É assim que pensamo, não há volta a dar. Não vale a pena estar a alimentar o que fizemos, porque não é o melhor trajeto, perspetiva ou abordagem. Agora temos o Estoril, temos Taça de Portugal na quarta-feira e ainda a Taça CTT. É nesses jogos que temos de nos focar"

Gostou dos jogadores lançados?

"Não era este jogo que iria rotular um jogador para aproveitar ou não. Foi um momento para ter espaço e é evidente que quando ganhamos ficamos tristes. Mas do ponto de vista global não criticar nenhum"

Por Fábio Lima
48
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.