Rui Vitória: «Há que fazer reset»

Técnico frisa que êxitos de 2016/17 fazem parte do passado

• Foto: Bruno Colaço

Com os dois últimos encontros de preparação à porta, Rui Vitória tem os olhos postos na nova temporada. O que o Benfica conquistou em 2106/17 já faz parte do passado, é para enriquecer o museu. Agora, há novos objetivos.

Em declarações veiculadas pelo Arsenal, clube anfitrião da Emirates Cup, o técnico assinalou: "O Benfica está a encarar este início de temporada com uma grande noção do que foi o passado recente, mas também com uma grande consciência do que temos de fazer para ganhar." E concretizou: "Fundamentalmente, aquilo que passámos como mensagem forte é que há que fazer o reset e começar como se fosse a primeira vez a ganhar. Ter esta visão é essencial para se ganhar novamente."

Após ter guiado o Benfica ao inédito tetra, Vitória, de 47 anos, conta com forte aliado. "Temos uma estabilidade grande num grupo que é campeão e tem essa visão. Temos essa experiência adquirida, por jogadores e treinadores, embora isso não conte quando começarem os jogos."

Intensidade alta

Já com os jogadores reunidos – não obstante o problema burocrático que atrasou a viagem de Carrillo –, Vitória tem aproveitado a pacatez de Burton upon Trent para afinar a estratégia e vincar a sua mensagem. Mas, antes da Supertaça, a 5 de agosto, o Benfica defronta o Arsenal, amanhã, e o RB Leipzig no domingo, no regresso à Emirates Cup, três anos depois. A estreia na prova esteve longe de corresponder às expectativas: derrotas com gunners (1-5) , Valencia (1-3) e o último lugar.

Afirmando tratar-se de uma "competição mais exigente", Vitória sublinhou: "Vamos entrar na última etapa deste período de programação, tendo em conta a primeira competição, a Supertaça. É com muito agrado que participamos neste torneio difícil e de grande qualidade, que nos vai colocar níveis de intensidade mais alta.É o que pretendemos." E, falando em "dois jogos de intensidade alta em dias seguidos", reforçou: "Vamos preparar-nos, sabendo que mais importante são os desafios que vêm a seguir, nomeadamente a Supertaça e a primeira jornada do campeonato."

A equipa, disse ainda, está "dentro dos parâmetros" estabelecidos, considerando os reforços e a chegada dos jogadores em momentos distintos. "A partir daqui, [a tendência] é ficarmos com uma equipa mais sólida, mais coesa, mais unida. Vamos preparar os jogadores para o primeiro encontro oficial."

Considera Wenger "uma referência"

Vitória não poupou elogios ao Arsenal (venceu a última edição da Emirates Cup, em 2015). "É uma equipa de grande qualidade, com futebol atrativo e jogadores rápidos, que também jogam juntos há algum tempo." Arsène Wenger também foi alvo de palavras de reconhecimento. "É uma referência enquanto treinador para todos os mais novos. Está a ter um trabalho duradouro e de grande qualidade. É também uma prova clara de que estas coisas da competência não têm idade."

De autocarro até Londres

O estágio em St. George’s Park chega hoje ao fim. Os encarnados, depois de cinco dias de recolhimento na casa das seleções inglesas, viajam para Londres, onde amanhã e domingo disputarão a Emirates Cup. O percurso será feito de autocarro, numa ligação superior a duas horas. Os encarnados ainda se treinam de manhã (10h00) naquele que tem sido o ‘quartel-general’ estes dias, fazendo-se à estrada depois de almoço, rumo à capital inglesa. O Benfica regressa a Lisboa logo após o jogo de domingo.

Por João Soares Ribeiro e Nuno Martins
26
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.