'Sábado' revela "Acordo Conjunto" entre oficiais de justiça e Paulo Gonçalves

Toda a acusação do Ministério Público

Paulo Gonçalves é o assessor jurídico da Benfica SAD
Paulo Gonçalves é o assessor jurídico da Benfica SAD

O plano é apresentado na acusação do Ministério Público como o "Acordo Conjunto" feito entre o oficial de justiça José Silva, o oficial de justiça e ex-observador de árbitros Júlio Loureiro e o colaborador da administração da Benfica SAD, Paulo Gonçalves para beneficiar o Benfica através do conhecimento antecipado de processos judiciais e também da obtenção de decisões favoráveis na arbitragem.

De acordo com a acusação do Ministério Público (MP) do caso e-Toupeira a que a SÁBADO teve acesso, "pelo menos desde Março de 2017, Paulo Gonçalves, enquanto colaborador da administração da Benfica SAD e no interesse desta, solicitou aos funcionários de justiça José Silva e Júlio Loureiro que acedessem a processos pendentes e lhe transmitissem informações relativos a esses processos, designadamente inquéritos que corriam no DIAP de Lisboa e Porto, ou outros processos a que conseguissem acesso dispersos por diversos tribunais".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Duelo de mestres em choque de estilos

Águia não quer deixar para o fim o que pode ser feito logo de início: amealhar pontos; Com Sérgio Conceição nenhuma bala pode ficar por disparar. No clássico não há retirada possível

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.