SAD do Benfica com o maior lucro de sempre

Sociedade com resultado positivo de 44,5 milhões de euros no exercício de 2016/17

• Foto: Francisco Paraíso

O Benfica revelou esta terça-feira que a SAD obteve lucros de 44,5 milhões de euros na época passada, naquele que é o melhor resultado de sempre da sociedade num ano fiscal. Este valor supera os 20,4 milhões obtidos na temporada anterior (2015/16).

O passivo baixou ainda em 17,2 milhões, passando dos 455,5 milhões para os 438,3 milhões. Já o ativo subiu 29,6 milhões, dos 476,4 para os 506 milhões. Os capitais próprios são positivos em 67,7 milhões. Nota ainda para a forte redução dos empréstimos bancários, no valor de 88,9 milhões, segundo consta no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Maior receita de sempre

Pela segunda vez na sua história, a SAD obteve receitas superiores a 200 milhões de euros, conseguindo também aqui o melhor resultado de sempre: 253,5 milhões de euros, que o Benfica explica com o "crescimento dos rendimentos com transações de direitos de atletas e das receitas de televisão."

Principais pontos expostos no comunicado à CMVM:

- "O resultado líquido ultrapassa os 44,5 milhões de euros, o que equivale a um crescimento de 118,4% face ao exercício transato, no qual já tinha atingido resultados positivos no valor de 20,4 milhões de euros, correspondendo ao quarto exercício consecutivo em que a Benfica SAD apresenta lucros;"

- "Os rendimentos com transações de direitos de atletas ascendem a 123 milhões de euros, o que significa uma melhoria de 50,2% face ao período transato, sendo de realçar os ganhos obtidos com as transferências dos jogadores Gonçalo Guedes, Hélder Costa, Ederson e Victor Lindelof; "

Resultados do exercício
- "Os rendimentos totais (incluindo transações de direitos de atletas) atingem os 253,5 milhões de euros,
o que representa um aumento de 19,7% face ao período homólogo e ultrapassa a barreira dos 250 milhões de euros, sendo esta evolução principalmente explicada pelo crescimento dos rendimentos com transações de direitos de atletas e das receitas de televisão."

- "Os capitais próprios consolidados da Benfica SAD apresentam um saldo de 67,7 milhões de euros e os capitais próprios individuais ascendem a 70,3 milhões de euros, o que significa que em ambos os casos superam os 57,5 milhões de euros, que corresponde a 50% do capital social da Sociedade;

- "O ativo consolidado da Benfica SAD ascende a 506,1 milhões de euros, o que significa que atinge valores históricos ao ultrapassar, pela primeira vez, a barreira dos 500 milhões de euros, facto inédito no panorama do futebol português;"

- "O decréscimo do passivo ultrapassa os 17,1 milhões de euros, o que corresponde a uma variação de 3,8%, sendo essencialmente justificado pela diminuição do passivo remunerado, designadamente dos empréstimos obtidos"

- "No âmbito desta restruturação, a dívida bancária regista uma forte redução pelo segundo ano consecutivo, no montante de 88,9 milhões de euros (2015/2016: 49,7 milhões de euros), tendo sido parcialmente compensada pelo incremento do valor dos empréstimos obrigacionistas por subscrição pública em 59,3 milhões de euros;"

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.