Siatounis pesou os prós e contras e rejeitou o Benfica: «Zero comida e zero cultura»

Médio joga agora na Sampdoria mas o destino podia ter sido Portugal

• Foto: Agona Sport

Antonios Siatounis, médio de 17 anos, joga hoje na Sampdoria, mas o percurso do grego podia ter passado pelo Benfica. A revelação foi feita precisamente pelo jovem, que ficou longe de estar encantado quando soube da possibilidade de rumar às águias. O motivo? Portugal não lhe agradou. Para Siatounis, o país tinha "zero comida e zero cultura."

"Foi-me dito que íamos fazer um contrato. O senhor Makis Livathinos [empresário] apareceu e mostrou-nos a ideia de ir ao Benfica fazer treinos à experiência. O meu pai informou-me, estava eu em Oropos, sentado com os meus calções de banho ao pé da piscina. Em dez dias, começámos a preparar tudo", revelou ao site helénico 'Contra'.

Depois, mudou de ideias. "Perguntei ao meu pai 'O que estás a dizer?'. Eu só pensava 'Qual Portugal'? Pensei nas horas de distância, têm zero comida e zero cultura. Não estava motivado. Estamos a falar de uma equipa da Liga dos Campeões. Mas coloquei a balança. Decidi-me por rumar a Itália. Senti que a minha perspetiva era maior. Em clubes como a Sampdoria, Sassuolo ou Villarreal, o Sevilha, por exemplo, também pode ver-me. Tenho a mentalidade dar passos mais lógicos", referiu ao site helénico 'Contra'.

Importa referir que Siatounis chegou à Sampdoria no verão de 2018 e representa atualmente a equipa sub-18. Antes de chegar a Itália, fazia parte das camadas jovens do Panathinaikos.

Por Record
80
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.