Simão e o aquecimento de Mantorras: «As pessoas ficavam doidas»

Antigo capitão sublinhou a importância do ex-avançado angolano

• Foto: José Vieira

Em 2004/05, o Benfica chegou ao título e muito deve também a Pedro Mantorras. Simão Sabrosa recordou a importância do antigo avançado angolano em várias vertentes. Tudo começava quando Mantorras saltava para o aquecimento.

"Ouvíamos o estádio todo, as pessoas ficavam doidas, no bom sentido. O Pedro era para as pessoas no relvado o que era para nós no balneário. Era super divertido, sempre a contar anedotas. É uma pessoa que adorávamos e continuamos a adorar. Foi muito importante nessa época porque sempre que entrava, marcava. Continuava a ter a veia goleadora. Era um jogador totalmente diferente com todas as limitações, ajudava muito. As pessoas sentiam a alegria quando ele entrava. No balneário sentíamos o mesmo com as brincadeiras, com os momentos divertidos. Ele era um talismã para nós, muito importante para nós, fosse cinco ou 20 minutos. ‘Só quero ouvir Mantorras, Mantorras, Mantorras’, dizia ele. De vez em quando acontecia e empolgava a equipa", lembrou o antigo capitão das águias à BTV.

Por Flávio Miguel Silva
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0