Simão: «Não estive dentro do avião para Liverpool mas estive no aeroporto»

Vieira vetou saída do "jogador mais importante" do Benfica

• Foto: João Trindade

Simão Sabrosa esteve a um passo do Liverpool em 2005 mas à última hora o presidente Luís Filipe Vieira não deixou o antigo extremo do Benfica embarcar. À BTV, o ex-capitão das águias recordou aquele 

"Eu estava ao serviço da Seleção e o Benfica estava a negociar com o Liverpool. Eu cheguei, falei com o Scolari e pedi autorização para que ele me deixasse sair do hotel para poder fazer os testes médicos e para poder assinar pelo Liverpool. Às seis da manhã ligaram-me a dizer que o acordo estava fechado. Tinha de sair do escritório para ir para o escritório do Jorge Baidek, que juntamente com o advogado do Rafa Benítez eram os intermediários do Liverpool. Liguei para o senhor Carlos Godinho que me autorizou a sair. Quando cheguei ao escritório do Baidek, o presidente Vieira já tinha saído. O presidente ligou-me a dizer que não estava autorizado a viajar e não aceitava a transferência, não podia viajar. Inventaram uma história a dizer que estive dentro do avião. Não estive dentro do avião mas estive no aeroporto, lá à porta para poder entrar, à espera que o presidente confirmasse que eu tinha autorização. O presidente tinha estado a noite toda em negociações, tinha o telefone desligado. Eu liguei depois para a sua esposa, a dona Vanda, com quem tenho uma grande relação. Ela disse-me que ele estava a descansar mas passou-me o telefone. Disse-me que não me podia deixar sair. ‘És o jogador mais importante, se te deixar sair os adeptos caem em cima de mim’, disse. Eu voltei para a concentração da Seleção e nada aconteceu", descreveu o jogador que acabaria por deixar a Luz para assinar pelo Atlético Madrid em 2007, dois anos mais tarde.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0