Soares de Oliveira lembra que banca nacional não financia o futebol

Reitera que a Champions faz toda a diferença

• Foto: Vítor Chi

O financiamento dos clubes em Portugal é uma matéria sensível e Soares de Oliveira assegurou que não há qualquer tipo de apoio por parte das entidades bancárias nacionais "desde a crise de 2013".

"Neste momento não temos qualquer relação especial com os nossos típicos bancos. O futebol é agora visto como uma situação de risco. Tal foi muito complicado e obrigou-nos a recorrer a aplicações financeiras como a dívida pública."

Champions faz toda a diferença

Homem-forte das finanças do Benfica, Soares de Oliveira assumiu que a chegada à fase de grupos da Champions é determinante para os cofres do clube. "É uma grande diferença para o Benfica estar ou não estar na fase de grupos da Liga dos Campeões. São 42 milhões de euros se estivermos presentes e cinco ou até menos se ficarmos de fora. É sempre um risco", referiu, no World Football Summit.

De qualquer forma, realçou que, quando preparou o orçamento para esta época, não contou "com o dinheiro do acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões", justificando: "É um risco e tentamos não depender disso."

O fair play financeiro foi outro dos temas que esteve em cima da mesa no fórum que se realizou em Madrid, matéria sobre a qual Soares de Oliveira considerou ter trazido coisas boas ao futebol. "Os primeiros resultados, que são públicos, são extremamente positivos. Esta medida tem tido grande sucesso para os clubes a vários níveis", sustentou o administrador.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.