Record

Todos os momentos do processo E-Toupeira até hoje

Recorde a cronologia dos acontecimentos

• Foto: Arquivo/José Moreira
No dia em que a SAD do Benfica foi constituída arguida no processo E-Toupeira, recorde toda a cronologia deste caso, desde as primeiras notícias de investigações, passando pela detenção de Paulo Gonçalves.


Cronologia:

10 de fevereiro

Surge a notícia de que o Ministério Público abriu uma investigação para identificar um alegado espião que estaria a passar informação para o Benfica sobre processos nos quais o clube está a ser investigado.

24 de fevereiro

A Polícia Judiciária admitiu a possibilidade de existir uma 'toupeira' no Benfica.

6 de março

Paulo Gonçalves, assesor jurídico das águias, é detido por suspeitas de corrupção e passa a noite na PJ. O Benfica confirma as buscas e manifesta confiança no funcionário.

7 de março

Luís Filipe Vieira tem uma primeira reação diante dos jornalistas, dizendo que o que sabe "é pelos jornais". No mesmo dia, Paulo Gonçalves sai em liberdade e com autorização para frequentar o Estádio da Luz.

9 de março 

O 'Correio da Manhã' adianta que José Silva, funcionário judicial suspeito de passar informações ao Benfica, terá tido um encontro com Luís Filipe Vieira.

10 de março

Luís Filipe Vieira dá murro na mesa e diz que "acabou a paródia à conta do Benfica".

14 de março

José Eduardo Moniz, vice-presidente dos encarnados, explica que Paulo Gonçalves colocou lugar à disposição mas o Benfica decidiu mantê-lo em funções.

15 de março

O caso chega ao debate quinzenal na Assembleia da República e António Costa fala da violação do segredo de justiça.

11 de maio

A Procuradoria Geral da República confirma que o número de arguidos aumentou para sete.

15 de julho

O tribunal decide manter o funcionário judicial José Silva em prisão preventiva.

25 de julho

Sabe-se que José Silva terá acedido 385 vezes a processos judiciais relacionados com o Benfica.

27 de agosto

A SAD do Benfica é constituída arguida no processo E-Toupeira. Os encarnados reagem e falam numa "decisão ilegal e inconstitucional".

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas