Record

Trapattoni: «Aconteceram coisas que nunca vi na Europa»

TÉCNICO SURPREENDIDO COM ALGUMAS INCIDÊNCIAS DO JOGO

Trapattoni: «Aconteceram coisas que nunca vi na Europa»
Trapattoni: «Aconteceram coisas que nunca vi na Europa» • Foto: João Trindade
- [Como costuma fazer em muitas ocasiões, o técnico encarnado abriu a conferência de imprensa com uma declaração]
- Os noventa minutos foram muito diferentes. No primeiro tempo o FC Porto foi superior, no segundo foi o Benfica. Houve dois golos, um devido a um desvio na mão de Luisão, outro por uma situação com o Vítor Baía. Pelo que vi na televisão, a bola estava uns trinta centímetros lá dentro. O FC Porto jogou com muita personalidade, nós entrámos inseguros e não estivemos como podemos, isto é, da forma como surgimos na segunda parte. O empate seria justo. Não vou discutir o "penalty" de Karadas, o golo era golo... São situações que acontecem e a sorte virá, mas aconteceram coisas que nunca vi em toda a Europa.

- O Benfica, colectivamente, esteve abaixo do que pode fazer?
- O FC Porto tem jogadores com qualidade e personalidade diferente, como McCarthy, Derlei, Diego. Nós temos outros jogadores, temos uma equipa com um modelo de jogo diferente mas não discuto diferenças de qualidade. Merecemos o primeiro lugar da classificação e hoje merecíamos o empate.

- Foi uma opção técnica deixar Sokota de fora?
- Sim. Quanto ao resto, o Geovanni está com uma boa mentalidade e, atrás do Nuno Gomes, possibilita um pouco mais de velocidade que Zahovic. Contudo, não acho que a equipa estivesse muito diferente da forma como se tem apresentado.

- Benfica pressionou o FC Porto mas não marcou. Porquê?
- O FC Porto também não teve muitas ocasiões para marcar. Tiveram uma com o Diego, parece-me, depois mais um ou dois remates. Estes são jogos onde, normalmente, nunca aparecem dez ou quinze remates. Há pressão, concentração...

- Como vai agora gerir a equipa tendo em conta que o FC Porto está apenas a um ponto?
- Aqui fala-se muito... os grandes jogadores não devem pensar no que dizem os jornais, não devem ligar muito às opiniões, ao que se fala. Devem, antes, saber o que estão a fazer bem e, tendo consciência disso, seguir em frente. Vamos seguir em frente. Na quinta-feira temos outro jogo e o campeonato é longo. Em sete meses o FC Porto terá, seguramente, mais dificuldades do que nós por causa da Liga dos Campeões. Isto é como um braço-de-ferro... tensão, jogo, ganhar, merecer ou não... Mas vamos seguir no mesmo caminho.

- Disse que nunca viu certas coisas pela Europa fora...
- Há situações importantes previstas nos regulamentos internacionais. Queremos marcar uma falta de forma rápida e o árbitro diz-me que, perto da área, não o podemos fazer. Questionei a UEFA e disseram-se que isso não existe.

- O Benfica foi prejudicado?
- O golo era golo. A diferença agora é de um ponto, mas há muito pela frente... Não vamos perder a cabeça.
44
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M