Vieira: «Este é o tempo da Justiça. E quem tiver de cair, que caia»

Presidente do Benfica disparou em várias direções

• Foto: Pedro Simões

No início de um longo discurso aos sócios presentes na Assembleia Geral desta sexta-feira, Luís Filipe Vieira considerou que o Benfica atravessa "um momento especial", destacando o crescimento do clube, "o projeto desportivo, económico e patrimonial", a "missão", mas também os "vários ataques, uns de origem criminosa e outros motivados pela necessidade de afirmação pessoal."

"Hoje sabemos quem esteve por trás do roubo da nossa correspondência privada e quem a andou a exibir.  E, continuando a confiar na justiça, queremos acreditar que toda a tramoia, montada por aquela aliança, será posta a nu e os seus responsáveis, atuais ou passados, devidamente punidos. Este é o tempo da Justiça. Não apenas para o Benfica, mas para todos. E quem tiver de cair, que caia.", começou por dizer.

"Limpemos o futebol daquilo que ele não precisa: Lama, difamação e descrédito. Limpemos o futebol de mais campanhas negras como única forma de esconder descalabros financeiros e desportivos. Limpemos o futebol das velhas práticas de ameaças e pressões sobre tudo e todos, para condicionar quem está dentro do campo".

Continuando nos temas extra-futebol, o presidente do Benfica deu conta do reforço da equipa jurídica "com reputados especialistas do setor". "Assim, asseguramos a defesa do Benfica e concentramo-nos no essencial que é o projeto desportivo, o projeto financeiro e o reforço do património do clube. Libertamo-nos, eu e toda a estrutura executiva do Benfica, destas questões processuais e jurídicas", frisou, fechando com o reafirmar daquilo que disse em junho: "Nada foi feito de ilegal neste clube."

"Confiamos na justiça! E por isso, exigimos que se faça justiça!", concluiu.

115
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.