Vieira quer a reconquista: «Temos de continuar com esta onda vermelha que atravessa o país»

Presidente dos encarnados diz que faltam 8 finais e apela à união dos benfiquistas

• Foto: Vitor Chi

Luís Filipe Vieira congratulou-se, na cerimónia da entrega dos galardões Cosme Damião, com o atual momento por que passa o Benfica. O Caixa Futebol Campus e as obras de ampliação que estão planeadas para aquele espaço, a aposta na formação, as modalidades, a fundação, o novo centro de alto rendimento previsto para Oeiras, a construção do novo colégio internacional e do novo Hotel Benfica foram alguns dos temas focados pelo presidente, que no seu discurso não esqueceu o difícil momento por que passa o povo moçambicano.

Mas Vieira não deixou, também, de elogiar o trabalho de Bruno Lage, e de apelar à união dos benfiquistas em torno do objetivo do momento: a reconquista do título nacional.

Eis o discurso:


"As cerimónias anuais de entrega dos galardões Cosme Damião são sempre o melhor exemplo da força da nossa história, da dinâmica do nosso presente e da ambição de futuro que temos.

Honrando a memória do nosso fundador, nos diferentes prémios que hoje aqui atribuímos, reconhecemos quem fica para a história com a sua obra e legado.

Quem no presente se distingue pelos seus projetos e resultados e aqueles que são as maiores promessas de futuro.

Todos os nomeados e distinguidos esta noite: individuais, por equipas, por projetos que este ano inclui ex-dirigentes que se distinguiram de forma brilhante, treinadores, atletas, profissionais, parceiros, Casas do Benfica, todos merecem o nosso público reconhecimento pelo trabalho meritório que os levou a estar entre os escolhidos.

Assim se distingue o passado, presente e futuro do maior clube português e um dos maiores clubes da Europa e do Mundo.

O grande e místico Sport Lisboa e Benfica! 

Clube do povo e para o povo, clube popular de forma igual em todo o território nacional, em todos os Países de língua portuguesa e em todos os países com diáspora portuguesa.

Da nossa força, existem frases e imagens muito simples, que falam muito por nós.

Benfica à Benfica. Jogar à Benfica. Inferno da Luz. Catedral.

Sem esquecer as nossas lendas cujo maior símbolo, é o nosso, o eterno, Eusébio da Silva Ferreira. O nosso Eusébio.

Benfiquistas,

A comemoração dos nossos 115 anos, ficará para sempre marcada pela recente decisão de passar a titularidade do Estádio da Luz e da BTV, atualmente na posse da SAD, para o clube.

Uma decisão tomada em unanimidade em recente assembleia geral da SAD e que cumpre uma das promessas que desde a primeira hora fiz aos Benfiquistas.

Restituir o Benfica aos Benfiquistas e poder dizer que hoje sim - o Benfica é nosso!

O património do Benfica é 100% dos seus sócios.

Em paralelo com esta recomposição da estrutura societária do grupo Benfica, mantemos a forte aposta numa nova geração de infraestruturas com destaque para a as obras de alargamento do nosso Caixa Futebol Campus do Seixal que em breve serão apresentadas publicamente.

Ampliação que não ficará por aqui, porque estamos num processo de aquisição de novos terrenos para expandir ainda mais a nossa Caixa forte do Seixal.  

Hoje, já todos percebemos o sucesso do rumo que definimos e os frutos que estamos a colher pelo facto do eixo central da nossa estratégia de gestão desportiva ter sido a aposta na formação.

Aposta certa e no momento certo.

Formação, que permite que hoje, que os jovens que chegam à primeira equipa, façam a sua integração da forma mais natural porque têm a identidade de jogadores à Benfica.

Inclusive esta aposta na formação é algo que se pretende transversal a todas as modalidades, constituindo uma marca de identidade de toda a estratégia global definida para o clube.       

Dos projetos previstos para o futuro, gostaria também de realçar o novo centro de alto rendimento previsto para Oeiras - cujo o início depende apenas dos procedimentos obrigatórios desencadeados pelo munícipio -, a construção do novo colégio internacional e do novo Hotel Benfica.

Merece também especial realce o muito meritório trabalho de ampliação e modernização que tem sido realizado pelas nossas Casas do Benfica, que ainda este ano lançará uma nova geração de Casas do Benfica 2.0, cuja primeira Casa será lançada em Santarém.

Estas novas Casas conciliam ainda mais a componente desportiva e social, reforçando muito a oferta de serviços e a integração junto das comunidades locais.

Quero também sublinhar os diversos projetos desenvolvidos pela Fundação Benfica nas áreas da educação e solidariedade.

E neste momento, quero aproveitar esta ocasião para em meu nome pessoal, e estou certo de toda a família benfiquista, deixar uma palavra de profundo afeto e solidariedade para com o povo irmão de Moçambique.

Apelando ao contributo de todos para a campanha de angariação de alimentos lançada pela nossa fundação e que decorre até ao final deste mês.

Força Moçambique!

Voltando ao Benfica. Não posso deixar de mostrar o meu orgulho pela presença do nosso clube no top europeu nos estudos sobre as mais diversas áreas, seja em número de assistências no nosso estádio, na inovação, na presença das redes digitais e na valorização dos recursos desportivos e humanos.

Vivemos igualmente uma fase de grande reforço do nosso ecletismo e de afirmação do Benfica nas mais diversas modalidades. O projeto do Benfica Olímpico, tendo contribuído para as últimas medalhas olímpicas conquistadas para o nosso país, integra potenciais medalhados para os próximos jogos.

E finalmente, orgulhemo-nos porque mais uma vez, reforçámos a nossa aposta no desporto feminino com o lançamento de novas equipas femininas no Futebol, Andebol e Voleibol.

Caras e caros benfiquistas,

É neste ciclo de permanente afirmação que temos agora como principal objetivo a Reconquista.

Isso mesmo. Reconquista!

Faltam 8 finais que devemos encarar com humildade, confiança, muita ambição e também muita determinação.

E por isso mesmo, deixo aqui o apelo a todos os benfiquistas, para continuarmos com esta verdadeira Onda vermelha que atravessa o país, de norte a sul, no continente, nas ilhas e junto das comunidades portuguesas além-fronteiras.

Nós acreditamos e estamos confiantes. Porque nós vemos a forma como a equipa brilhantemente dirigida pelo Bruno Lage se distingue pela qualidade das exibições e pela entrega que é apanágio do Benfica.

Obrigado a todos os jogadores, obrigado ao Bruno e a toda a sua equipa técnica.

Temos 115 anos de história que nos honra.

Temos resultados desportivos, financeiros e patrimoniais que falam por nós.

Estamos animados e confiantes.

Nas mais diversas modalidades iremos lutar pelas nossas vitórias com o esforço, a humildade e a garra de sempre.

Ganhamos sempre e só pelo forte amor que todos nós temos ao Benfica.

Hoje celebramos o Benfica. Partilhamos o nosso amor pelo Benfica. E orgulhamos de ser, acima de tudo, benfiquistas!
 
Viva o Benfica!"

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.