Vieira: «Se o penálti fosse contra o FC Porto acham que a pastelaria do Soares Dias estaria aberta?»

Presidente do Benfica lamenta ambiente que se tem criado em torno do futebol

A carregar o vídeo ...
Vieira: «Pensam que sou eu quem vai resolver o problema da segurança na Luz. Eu?»

À partida para o norte do país, onde na terça-feira o Benfica defrontará o Famalicão, Luís Filipe Vieira abordou o clima que se vive no futebol português e explicou por que razão o clube da Luz lançou a proposta de os jogos dos primeiros colocados da Liga NOS passarem a ser ajuizados por árbitros estrangeiros.

"Quando se chega a uma situação em que há uma desconfiança... em que se penduram árbitros e jogadores numa forca. Por que não haver árbitros estrangeiros? Não é por não acreditar em A, B ou C, mas tem de se acabar esta suspeição. Assim chamámos árbitros estrangeiros, que podem errar, não estão ligados a nenhuma equipa... Erram como qualquer um, uns mais descarados, outros menos... Dou-lhe um exemplo: imaginemos que o penálti que foi marcado contra o Benfica tinha sido marcado contra o FC Porto... Acha que a pastelaria do senhor Artur Soares Dias estaria aberta no dia de hoje no Porto? Não estava de certeza absoluta. É este o ambiente no futebol. Eu estou dentro dele e sei o que se está a passar. Não posso continuar... Parece que vou ter de começar a levar polícia de choque comigo quando vou ao Dragão jogar. É impensável para mim que as estradas no Porto sejam obstruídas para deixar o autocarro do Benfica passar. Há qualquer coisa que está mal nisto. É um espectáculo, uma indústria, acho que de uma vez por todas temos de pôr a mão na consciência e perceber o que queremos disto. Não há um problema de não ganhar", disse o líder do Benfica.

O lance de Ferro que resultou em penálti para o FC Porto
Na mesma declaração, Vieira apontou o dedo à Liga, Federação e ao governo, pedindo para que estes saibam intervir em nome do futebol. "Agora compete às instâncias, desde a Liga à Federação, passando pelo governo, saberem o que querem do futebol. Há que encarar a realidade do que se está a passar no futebol. Não podemos continuar a esconder o que se está a passar. Acho que o Benfica tem dado o exemplo de como encara esta indústria. Toda a gente sabe que o Benfica em termos de projeto é elogiado por toda a Europa. Tem contas consolidadas, tem resultados desportivos, contas positivas... O resto não se mete nestas guerrilhas que há no futebol. O Benfica hoje é o clube mais bem posicionado por tudo. É o que ganha mais, o que tem melhores infraestruturas, mais bem organizado. Contrariamente ao que dizem, não há segredo nenhum. Há trabalho, trabalho, trabalho... Mas não podemos continuar a viver nos anos 80 ou 90. Não quero!
 
Vieira confirma óleo no balneário do Dragão: «Façam o mesmo quando vierem à nossa casa!»
Voltando ao jogo de sábado, no Dragão, o presidente do Benfica apontou erros na arbitragem e garantiu que nada tem contra ninguém. "Há dois jogadores que não podem continuar em campo e um penálti que não existe. Isso vi com os meus olhos e numa altura decisiva do desafio. E há um tratamento nos cartões amarelos diferenciado. Esta dualidade de critérios é flagrante. Não tenho nada contra ninguém. Não estamos a perseguir ninguém. Fizemos um comunicado a alertar tudo e toda a gente do que se está a passar."

Por Fábio Lima
26
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.