FIFA interveio por 9 mil euros

Em causa está a transferência do avançado Yusupha

• Foto: Peter Spark / Movephoto

O Boavista está impedido pela FIFA de realizar transferências, mas a intervenção daquele organismo ficou a dever-se, exclusivamente, a um diferendo que afinal se reduz ao valor ínfimo de 9 mil euros.

Tendo em conta que os axadrezados adquiriram Yusupha ao FUS Rabat, por 500 mil euros, o mecanismo de solidariedade implicaria o pagamento de 25 mil euros aos clubes formadores. Todavia, o avançado, de 26 anos, também passou parte da formação em Marrocos, pelo que o clube do seu país de origem, o Real de Banjul, só pode aspirar a receber 9 mil euros. Uma verba que o Boavista vai saldar diretamente, levantando a sanção da FIFA e entendendo-se depois com o FUS Rabat.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0