Jorge Simão e a receção ao V. Guimarães: «Será um jogo de alta rotação, intenso»

Técnico axadrezado alerta para adversário "musculado"

O Boavista recebe este sábado o V. Guimarães, em partida a contar para a 9ª jornada do campeonato. Depois de uma derrota por 3-0 em Alvalade, frente ao Sporting, que pôs termo à primeira série de dois triunfos consecutivos da época, os axadrezados procuram retomar o caminho das vitórias.

No entanto, em antevisão ao encontro, Jorge Simão revelou estar ciente de que terá pela frente um adversário perigoso, que se faz valer "de uma circulação horizontal e de triângulos muito vincados nos corredores". Ainda assim, o técnico axadrezado considerou que "este V. Guimarães é diferente daquele que se viu no início da época", sendo uma equipa mais "pragmática, vertical e musculada".

"É algo normal quando não se está a ter a correspondência pontual esperada. É preciso tranquilidade para executar uma idade de jogo assente em posso de bola", referiu, apontando, de seguida, a receita para a vitória. "É preciso ajustarmos algumas coisas para a conquista dos três pontos, temos de ser mais acutilantes", acrescentou.

O confronto deste sábado será o 124º entre ambos os emblemas em todas as competições e o equilíbrio é a nota historicamente dominante, com o Boavista a vencer em 42 dessas ocasiões e o V. Guimarães em 49. Os restantes 32 duelos resultaram em empate. Face a esse registo, o técnico axadrezado antecipou um "bom jogo de campeonato". "Será certamente uma partida de alta rotação, intensa, em grande parte pela rivalidade histórica entre os dois clubes e com uma boa moldura humana. Perspetiva-se um bom jogo de campeonato", referiu.

Questionado sobre o arranque menos conseguido do Boavista, que soma apenas 7 pontos ao cabo de oito jornadas e segue um ponto acima da linha de água, Jorge Simão confessou não estar feliz, mas acabou por relativizar. "Não posso dizer que estou satisfeito com este arranque ou que estamos satisfeitos com os pontos que temos, mas poderíamos ter mais. A verdade é que também só fizemos 3 jogos em casa até aqui, um deles com o Benfica. Com o jogo de Alvalade, já defrontámos dois crónicos candidatos ao título", disse, apontando que "há que ter serenidade e lucidez para olhar para as coisas como elas são".

Apesar disso, o técnico admitiu não ter ficado contente com o que viu da equipa em Alvalade, assumindo totais responsabilidades pelo que correu mal. "Acho que o nosso último jogo não foi um bom jogo e para mim é muito fácil encontrar o responsável: fui eu. Assumo a responsabilidade, não por ser um clichê, mas porque senti que fui eu que não fui capaz de mobilizar os jogadores", manifestou.

Além da derrota, Jorge Simão trouxe de Lisboa outra má notícia: o 5º amarelo de David Simão, que o deixará de fora do duelo com o V. Guimarães. Para o lugar do médio, habitual titular, o técnico confirmou que a escolha passará por Rafael Costa, revelando que "está ansioso para ver a resposta que este vai dar".

O Boavista - V. Guimarães está agendado para este sábado, pelas 20.30 horas.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.