Lito Vidigal: «A equipa tem crescido e já conseguimos lançar jogadores da formação»

Boavista parte "com pensamento de vitória" para embate com o Marítimo

• Foto: Nuno Fonseca / Movephoto

O treinador do Boavista disse esta quinta-feira partir "com pensamento de vitória" para a visita ao terreno do Marítimo, no sábado, na 14.ª jornada da Liga NOS, reconhecendo, porém, que os madeirenses são "uma equipa forte".

Lito Vidigal falava na conferência de imprensa de antevisão desse embate, o último deste ano para o campeonato, e assinalou que o Marítimo "todos os anos tem um plantel para disputar os lugares cimeiros da tabela".

"Este ano, as coisas não estão a correr como eles pretendem, mas é uma equipa forte, que respeitamos, mas queremos vencer, como sempre. A nossa forma de estar é encarar todos os jogos com pensamento de vitória", afirmou Lito Vidigal.

O técnico axadrezado considerou "importante realçar" que o Boavista já tem "mais pontos esta época", quando faltam ainda quatro jogos para virar a primeira volta, do que tinha na temporada passada ao segundo jogo da segunda volta.

"É sinal de que a equipa tem crescido e já conseguimos lançar jogadores da formação, que por sinal comportaram-se de forma muito positiva", analisou, referindo-se a Reisinho e a Samuel Pedro, que fizeram a sua estreia na Liga diante do Benfica, na ronda anterior, saltando do banco para o jogo no segundo tempo.

Lito Vidigal concluiu que, "no cômputo geral, a época está a ser positiva", apesar da posição na tabela classificativa não ser ainda confortável (9.º).

Sobre se o Boavista já merecia mais do que os 18 pontos que possui, o treinador boavisteiro respondeu: "não faço ideia e não me interessa".

"Só sei que ainda não tivemos nenhum penálti a nosso favor e já tivemos vários contra. Em alguns jogos, tivemos lances que eram penálti para nós e não foram marcados", considerou.

Lito Vidigal lançou ainda um derradeiro olhar sobre o Marítimo para dizer que o conjunto madeirense "mudou há pouco tempo de treinador e está um pouco diferente".

"[O Marítimo é uma equipa] Que atravessa um mau momento também é verdade e nós temos de jogar com isso tudo, mas acima de tudo pensarmos sempre primeiro em nós e no que temos de fazer para poder ganhar. Pensamos em fazer 21 pontos", afirmou.

O Boavista vai à Madeira sem Marlon e Mateus, lesionados, e Obiora, castigado por visto o quinto cartão amarelo. Reisinho e Samuel Pedro estão convocados.

O Marítimo, 15.º classificado, com 12 pontos, recebe o Boavista, 9.º, com 18, em jogo da 14.ª jornada da Liga NOS marcado para as 15h30.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0