Lito Vidigal suspenso por 16 dias

Treinador foi expulso na partida diante do Feirense

• Foto: Peter Spark

Lito Vidigal foi punido pelo Conselho de Disciplina da FPF com 16 dias de suspensão. O técnico foi expulso na partida diante do Feirense, que marcou a sua estreia no banco dos axadrezados.

Tendo sido inscrito pelo Boavista na ficha de jogo como delegado, Lito acaba por ter de cumprir um período de afastamento efetivo, situação potenciada também pelo facto de ser reincidente em protestos contra a equipa de arbitragem.

O técnico terá também de pagar uma multa de 765 euros e mais 287 euros por, sendo delegado, ter estado “em pé na área técnica a dar instruções, de forma permanente, aos jogadores da sua equipa”. O Boavista pagará 2.391 euros pelo mesmo motivo.

Já Alfredo Castro, treinador de guarda-redes do Boavista, foi suspenso por 20 dias, devido à expulsão de que foi alvo aquando da visita ao reduto do Moreirense. Na altura, foi instaurado um processo disciplinar ao técnico, cujo desfecho foi conhecido ontem, no mapa de castigos publicado pela Liga. 

Para além do tempo que terá de ficar arredado do banco axadrezado, Alfredo terá também de pagar uma avultada multa de 4.590 euros, também ele por ser reincidente neste tipo de situações. 

Autor: A. M.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.