Miguel Leal: «Aqui e ali, senti alguma dualidade de critérios»

Técnico axadrezado deixou algumas críticas à arbitragem

Boavista conseguiu atingir a meta dos 35 pontos
• Foto: Hugo Monteiro

O treinador do Boavista, Miguel Leal, reagiu ao empate diante do P. Ferreira a contar para a 29.ª jornada da Liga NOS mostrando-se desapontado, muito por causa do penálti falhado logo aos 10 minutos. No entanto, deixou no ar alguma dualidade de critérios por parte da equipa de arbitragem.

"Falhámos uma grande penalidade. Se tivéssemos marcado, o jogo era completamente diferente. Depois ficámos um bocadinho nervosos e tivemos uma expulsão que acabou por nos condicionar toda a estratégia. Jogámos para aí 60 minutos com dez, mas as duas melhores oportunidades de golo foram o penálti e a do Schembri. Deixo também aqui um lance para comentarem, porque tenho algumas dúvidas se não é falta sobre o Schembri [81 minutos]. Penálti não é, para, mim, mas falta pareceu-me. Aqui e ali, senti alguma dualidade de critérios, especialmente na amostragem dos cartões", referiu o técnico.

Apesar das oportunidades falhadas, Miguel Leal não retirou responsabilidades à sua equipa. "Aqui e ali, fomos displicentes. Toda a gente tem de entrar dentro do campo para dar o seu melhor e lutar por mais, mas no cômputo geral estou satisfeito com o espírito de sacrifício dos jogadores", sublinhou.

O técnico axadrezado deixou também elogios ao P. Ferreira, afirmando que foi um adversário difícil e que a sua equipa ainda precisa de crescer. "Jogámos contra um adversário que sabe aquilo que faz e isso vai intranquilizando. Um ou outro assobio pode condicionar especialmente quem não está habituado a estes palcos e temos gente aqui que está pela primeira vez a fazer um campeonato regular na primeira liga e pode deixar-se afetar, mas isso faz parte do crescimento das equipas", comentou. 

A meta dos 35 pontos já foi alcançada, portanto Miguel Leal lançou mais um objetivo. "O Boavista já ultrapassou o segundo objetivo, os 35 pontos, e quer, pelo menos, tentar igualar a melhor classificação da década, que foi o 10.º lugar. Pelo menos igualar, mas a nossa ambição é tentar superar", concluiu.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0