Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Pantera macia não impõe autoridade

Jorge Simão queixou-se da diferença de faltas cometidas

Rochinha  sofreu seis  faltas
Rochinha sofreu seis faltas

Jorge Simão queixou-se da diferença de faltas cometidas (21 do Benfica contra apenas 12 do Boavista) como um dos fatores condicionantes da ação dos axadrezados no duelo do Bessa.

O facto é que, nos dois jogos oficiais em que saiu derrotado, contra o Nacional e os encarnados, o Boavista cometeu um total de 20 faltas contra 41 dos adversários. Na vitória alcançada no Algarve, frente ao Portimonense, o filme foi diferente e coube ao conjunto portuense impor maior agressividade (27 faltas) contra as 19 do rival.

Uma pantera macia tem, pois, mais dificuldade em vincar a sua autoridade. Ainda por cima, o Benfica tocou em pontos fulcrais da manobra boavisteira, cometendo seis faltas sobre Rochinha para anular o elo de ligação para o último terço, com Rafael Costa (5) e David Simão (3) a serem outros alvos das ‘bicadas’ das águias. Do outro lado, Idris fez uma falta e os dois centrais, Raphael Silva e Neris... zero.

Por Vítor Pinto
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M