Sanchez: «Plantel dá-nos garantias»

Treinador espera fazer uma 'boa época'

• Foto: Manuel Azevedo

O treinador do Boavista disse esta sexta-feira esperar "um jogo complicado" com o Arouca, no domingo, da primeira jornada da Liga, tendo lembrado que o adversário já tem "dois jogos oficiais em cima do corpo".

Erwin Sanchez anteviu a receção ao conjunto orientado por Lito Vidigal, ao qual deu os "parabéns" por ser ter qualificado para o 'playoff' da Liga Europa, "o que é bom para o futebol português".

O Boavista parte para a nova época com o intuito de "fazer o melhor possível e subir mais um degrau, o que significa realizar uma época tranquila, com menos sofrimento, porque ninguém gosta de sofrer" como os 'axadrezados' sofreram na época passada, pelo que o objetivo é também "dar mais alegrias" à massa associativa".

"O plantel dá-nos essas garantias. Estamos contentes com o desempenho deles ao longo destes dias de trabalho, que tem sido muito intenso. Estamos no bom caminho. Falta transportar esses treinos para os jogos e que isso seja traduzido em resultados positivos, que é o que mais queremos", reforçou.

Mais à frente, Sanchez disse que se hoje fechassem as inscrições ficava satisfeito com o que os jogadores que tem. "Tenho as garantias suficientes para enfrentar esta nova época", realçou.

O Boavista-Arouca da época anterior terminou com um 0-0. "Agora queremos mais e isso passa por ganhar o jogo, mas sempre respeitando o rival que temos à nossa frente, que está nas competições europeias e que continua a ser forte", disse o técnico 'axadrezado'.

"Vai ser um jogo complicado. Eles já têm dois jogos oficiais em cima do corpo. Acho que é bom, mas jogamos em nossa casa, vamos tentar transportar aquilo que temos feito nos treinos para o jogo e que o resultado seja o que nós queremos", salientou.

Sanchez referiu que o Arouca mudou pouco da época passada para esta. "Temos que estar conscientes de que vamos defrontar uma equipa bem organizada, trabalhadora, que não dá nenhuma bola por perdida. Temos que estar muito concentrados durante todo o jogo", considerou.

O técnico dos boavisteiros disse ainda que o adversário tem "um acréscimo moral importante" por se ter qualificado para a fase seguinte da Liga Europa.

"Temos de trabalhar muito e bem para sair com um sorriso nos lábios", acrescentou.

O treinador entende que, ao contrário do Arouca, o Boavista mudou muito face à temporada passada, visto que" saíram um central [Paulo Vinicius], um lateral [Afonso Figueiredo], um médio [Ruben Ribeiro] e um avançado [Zé Manel]".

"É uma percentagem muito alta de uma equipa que fez muitos minutos junta, mas o futebol é isto, são entradas e saídas e todos os anos a história repete-se", destacou Erwin Sanchez.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.