Vasco Seabra: «É frustrante sofrer um golo nos últimos momentos»

Treinador do Boavista após o empate frente ao Nacional

• Foto: Hélder Santos

Vasco Seabra, treinador do Boavista, lamentou este sábado o golo sofrido nos instantes finais da partida que ditou o empate (3-3) no reduto do Nacional, em duelo da 1.ª jornada da Liga NOS.

"É frustrante sofrer um golo nos últimos momentos. Tínhamos tido condições para poder fazer mais golos, numa ou noutra situação. Mas também não me custa admitir que defrontámos uma equipa com qualidade e que é bem treinada, como já havia referido na antevisão", afirmou o técnico dos axadrezados, em conferência de imprensa.

"Estamos num processo de crescimento e de amadurecimento da equipa. Temos uma revolução muito grande em termos de plantel, mas estamos extremamente satisfeitos com o comportamento da equipa, tanto em treino como em jogo. Sabemos que com este espírito e com esta entrega vamos fazer muitos mais pontos. Mantivemos poucos jogadores, apenas cinco. Sabíamos que se tivéssemos tido a oportunidade de começarmos a 10 de agosto, como pretendíamos, com todo o plantel, provavelmente estaríamos com outras dinâmicas. A estrutura fez tudo para que nós pudéssemos ter os jogadores o mais depressa possível e continua a fazer tudo para que consigamos ter condições de trabalho e capacidade para sermos competitivos e jogar para ganhar. Por isso, quando falo do tempo, não é uma queixa, falo como uma realidade que nos aconteceu", acrescentou Vasco Seabra.

 

Por Record
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Boavista

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.