Record

Tiago Fernandes encara receção do Chaves ao Tondela como "uma final"

"Neste momento já somos capazes e temos maior capacidade de resposta", disse o treinador

• Foto: Lusa
O Chaves encara a receção ao Tondela, no domingo, às 17h30, como "uma final" e oportunidade de voltar às vitórias, garantiu este sábado o técnico do último classificado da Liga NOS, Tiago Fernandes.

"Sabemos da importância que todos os jogos têm para nós. Depois de somarmos três jogos sem perder queremos dar continuidade com uma vitória", destacou o treinador do clube flaviense na antevisão do encontro da 17.ª jornada do principal escalão, diante dos beirões, que ocupam o 13.º lugar com 18 pontos.

Os transmontanos somam dois empates consecutivos sem golos na Liga NOS, frente ao Feirense, em casa, e Vitória de Setúbal, fora, juntando ainda um triunfo em casa sobre o Varzim, do segundo escalão, para a Taça da Liga.

"A equipa cresceu nos aspectos que eram mais importantes e determinantes para uma equipa de futebol e que sem os mesmos sentia que eles não eram capazes. Neste momento já somos capazes e temos maior capacidade de resposta", realçou, explicando que vê a sua formação mais forte em termos "técnicos, táticos, físicos e anímicos".

Admitindo que o objetivo é sempre "lutar pelos três pontos", o técnico lembra que nem sempre é possível ganhar, mas que em casa "é preciso aproveitar as oportunidades, com o apoio do público" para alcançar a "ambicionada vitória".

Para Tiago Fernandes, a "melhor receita" frente ao Tondela será "não sofrer golos", pois confia na capacidade dos seus avançados para "marcar golos aos adversários".

O técnico, que procura ainda a primeira vitória no campeonato ao serviço do Desportivo de Chaves, garante motivação nos seus jogadores e que estes sabem "o que fazer em campo".

"Vão-se defrontar duas equipas motivadas e que certamente irão dar um bom espetáculo. Aquela que menos errar irá sair mais feliz no final", analisou.

Tiago Fernandes, que não divulgou a lista de convocados para o encontro de domingo, vê no Tondela uma equipa "organizada, coesa e agressiva", e pede ainda ao conjunto de Chaves "equilíbrio" e que demonstre "qualidade com bola e sem bola".

Sobre a saída do defesa brasileiro Marcão, que foi anunciado dia 09 de janeiro pelo Galatasaray, da Turquia, como reforço, o treinador destacou que "nada ainda foi oficializado" pelo clube flaviense e que o jogador "está disponível" para jogar, mas assumiu ficar feliz "aconteça o que acontecer".

O Chaves, último com nove pontos, e Tondela, 13.º com 18 pontos, defrontam-se no domingo, às 17H30, para a 17.ª jornada da Liga , no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, em Chaves.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Chaves

Notícias

Notícias Mais Vistas