'Aviso' para o Sporting-Benfica: quem falhar Champions perde prémios impensáveis até agora

São dezenas de milhões de euros só de participação na fase de grupos, com águias a receber sempre mais que leões

• Foto: Paulo Calado

Se achava que a Liga dos Campeões era a galinha dos ovos de ouro para os clubes portugueses, então respire fundo e leia bem os milhões que estarão em cima da mesa na próxima edição da prova milionária.

Começa com uma subida generalizada dos prémios de presença e participação – estar na fase de grupos vale 15 milhões de euros, mais 2,3 do que atualmente, ao passo que os empatses passam de 500 para 900 mil euros e as vitórias de 1,5 para 2,7 milhões. Mas o verdadeiro jackpot está no bónus introduzido pela UEFA para premiar os clubes com melhores resultados nos últimos 10 anos. Para se ter uma ideia, FC Porto e Benfica, ambos no top 10 deste ranking, garantirão mais de 40 milhões de euros caso marquem presença na fase de grupos. No caso dos dragões, essa verba atinge os 43,6 milhões; para as águias, será, no mínimo, de 41,4 milhões. Para Sporting e Sp. Braga, 34º e 39º do ranking de 10 anos, a posição nesta tabela é mais difícil de determinar, mas é de esperar que tenham um encaixe superior a 22 milhões de euros.

As contas são relativamente simples de fazer: as 32 equipas que marcarem presença na fase de grupos irão ser ordenadas em função dos resultados dos últimos 10 anos. Todas terão direito a 15 milhões de euros fixos. Depois, será usado o fator de multiplicação de 1,1 milhões. O clube mais bem classificado – o Real Madrid – recebe mais 32x1,1 milhões de euros; o segundo (Barcelona), terá um extra de 31x1,1 milhões... e assim sucessivamente, até chegar ao 32º clube, que terá um extra de apenas 1,1 milhões de euros.















Estas alterações foram pensadas pela UEFA há cerca de dois anos e colocadas em prática na última reunião do Comité Executivo, que decorreu em Bratislava, capital da Eslováquia. Desta forma, o organismo foi ao encontro das pretensões dos clubes mais poderosos, que ameaçavam com uma Superliga fechada.

Valores que demonstram bem a importância de estar na Liga dos Campeões para os clubes portugueses. Ainda para mais quando, na próxima época, apenas o campeão terá acesso direto à fase de grupos, ficando o segundo classificado obrigado a jogar duas pré-eliminatórias. Para os outros, haverá apenas a terminação da Liga Europa.

Por Sérgio Krithinas
37
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.