Comissão de Calendários reforça a recomendação da suspensão dos treinos em grupo

Fez novo ponto de situação

• Foto: Nuno Fonseca/Movephoto

A Comissão Permanente de Calendários (CPC) reforçou a "recomendação a todas as equipas da suspensão dos treinos em grupo, assim como da promoção de uma conduta de contenção social de todos os agentes desportivos". Após a reunião desta segunda-feira, a CPC sublinhou que "ainda não se mostra possível aferir de uma data expectável para o regresso das competições."

Leia o comunicado:

"Num momento de uma delicadeza extrema para o nosso país, para a Europa e para o mundo, Nélson Puga, admite que tem sido uma espécie de "linha de saúde 24 do FC Porto", explica como é feito controlo do trabalho dos jogadores e deixa ainda o seu ponto de vista, enquanto profissional de saúde, acerca deste surto. "Há esperança", garante-nos, numa entrevista à Liga Portugal cheia de conteúdo e precauções a tomar.
 
A Comissão Permanente de Calendários reuniu-se, na tarde desta segunda-feira, por videoconferência, para fazer novo ponto de situação sobre a evolução da COVID-19.
 
Assim, e contando com a presença de todos os clubes que integram a referida Comissão (SL Benfica, FC Porto, Sporting CP, Tondela, Gil Vicente, CD Cova da Piedade, Leixões e CD Mafra) e com os respetivos responsáveis clínicos e operadores televisivos, a Comissão Permanente concluiu o seguinte:
 
- Perante o decretamento do atual estado de emergência e a evolução da atual situação em que vivemos ainda não se mostra possível aferir de uma data expectável para o regresso das competições;
 
- Não obstante o estabelecido no Decreto 2-A/2020 da Presidência do Conselho de Ministros, de 20 março, 2020, a CPC reforça a recomendação a todas as equipas da suspensão dos treinos em grupo, assim como da promoção de uma conduta de contenção social de todos os agentes desportivos;
 
- Continuar o permanente acompanhamento da evolução da situação do País e o escrupuloso cumprimento de todas as diretrizes definidas pelo Governo e pelas autoridades de saúde.
 
A CPC mantém-se a acompanhar a situação, recorrendo aos entendimentos dos diversos departamentos médicos bem como de todos os demais desenvolvimentos em termos das diretrizes do Governo, da DGS e das indicações internacionais."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.