Grandes gastam 133 milhões só para pagar salários

FC Porto é o clube com mais custos com pessoal

• Foto: Pedro Ferreira

Os três grandes gastaram mais de 133 milhões de euros para pagar salários nos primeiros nove meses desta temporada. Os números estão nos relatórios e contas trimestrais das SAD e mostram que FC Porto, Benfica e Sporting continuam a gastar muito com esta rubrica.

De todos, os dragões foram a equipa que mais aumentou os custos com pessoal. Em nove meses, os dragões gastaram 53,530 milhões de euros em ordenados e outros custos associados, nomeadamente impostos e segurança social. Este número representa uma ligeira redução em relação a 2014/15, mas nessa altura os dragões chegaram aos quartos de final da Liga dos Campeões, o que implicou pagar mais prémios a jogadores e treinadores.

O Benfica é o segundo desta lista, com 44,384 milhões de euros. Trata-se de um aumento de 1,9 milhões em relação ao período homólogo, justificado pelas águias com o pagamento de remunerações variáveis, nomeadamente prémios. Os gastos fixos reduziram-se em mais de um milhão de euros, mas os tais variáveis quase duplicaram, de 4,1 para 8,1 milhões. 

O Sporting é, entre os três grandes, aquele que menos gasta em salários: 35,757 milhões de euros. No entanto, este número é praticamente o dobro do registado nos primeiros nove meses da temporada anteior (18,153).

Os leões explicam que tal subida "decorre essencialmente do reforço efetuado no plantel com a contratação da equipa técnica, aquisições de jogadores e renovações de contratos de trabalho desportivo de modo a garantir a necessária sustentabilidade da performance desportiva da Sporting SAD".

Por Sérgio Krithinas
25
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.