Lito Vidigal e Pedro Martins acreditam que irão treinar um grande

Técnicos abordam desejos futuros

• Foto: Rui Minderico

Os treinadores Lito Vidigal (Arouca) e Pedro Martins (Rio Ave) afirmaram esta segunda-feira que aguardam com serenidade a possibilidade de treinar um dos três grandes do futebol português, mostrando-se, para já, focados nos clubes que representam.

À margem do Fórum do treinador de futebol e futsal, que decorre em Setúbal, hoje e terça-feira, Lito Vidigal falou dos seus objetivos enquanto técnico, sublinhando que já cumpriu duas das três metas que definiu quando iniciou a sua carreira.

"Tenho a certeza que vou conseguir [chegar a um grande]. Quando iniciei a minha carreira, tracei três objetivos: chegar à Primeira Liga em dez anos, treinar a seleção de Angola e treinar um grande em Portugal. Já consegui dois, falta-me um, mas não tenho pressa. Acontecerá de forma natural. Preparo-me para, quando essa oportunidade chegar, ter êxito", afirmou.

O treinador angolano, na palestra em que participou, assumiu que tinha a ambição de chegar à Liga Europa, mas, terminada a conversa, e confrontado pelos jornalistas, conteve-se nas palavras. "Eu não disse isso de certeza [que assumia como objetivo a Liga Europa]. Digo que tudo é possível, mas não disse que era o Arouca. Se trabalhamos, acreditamos sempre que podemos fazer sempre mais. Também me ouviu dizer que queria ser campeão, mas chamar-me-iam louco e não pretendo isso. Os objetivos do Arouca estão cumpridos, agora, da mesma forma como iniciamos o campeonato, de forma ambiciosa, não fugimos a isso", vincou.

Já Pedro Martins, assumiu que o objetivo do Rio Ave passa por chegar à Liga Europa. "Nunca escondi esse objetivo a [Liga Europa]. É um objetivo assumido e vamos trabalhar nele. Sabemos que o sexto lugar dá acesso, mas há muitas equipas a lutar por isso. Há várias equipas para dois lugares. O Arouca está numa fase boa, mas duas vitórias seguidas catapultam qualquer uma das equipas para os lugares europeus", afirmou.

Sobre o seu percurso, Pedro Martins, tal como Lito, espera treinar Benfica, Sporting ou FC Porto. "Acredito [que vai chegar a um 'grande'], mas não vivo obcecado com isso. Vivo obcecado com o rendimento dos meus atletas. Quando tiver de acontecer, acontece. Estou perfeitamente tranquilo em relação ao isso. Não saberei quando isso vai acontecer, mas estou tranquilo. O mais importante é que o Rio Ave consiga os seus objetivos", sublinhou.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.