O clássico visto por Bruno Gama e Luisinho

Preveem um duelo equilibrado e aplaudem apostas em José Sá e Bruno Varela

• Foto: Getty Images

Bruno Gama: «Uma derrota penalizará mais o Benfica»

Aos 30 anos, Bruno Gama estabilizou o seu futebol na Corunha e é já uma figura importante do Deportivo. Os tempos no FC Porto já lá vão, mas o extremo deteta à distância a ‘mística’ que Sérgio Conceição resgatou para o clube. "O clássico tem todos os ingredientes para ser um grande jogo, quente e muito intenso. Obviamente haverá grande equilíbrio e, jogando em casa, vejo o FC Porto favorito mas não arrisco um resultado. O Sérgio trouxe a garra, e a vontade de vencer que são a mística do clube, e isso nota-se nos jogadores", explica, não perdendo tempo a eleger quem se pode destacar hoje: "O Brahimi é muito forte no um para um e tem feito uma grande época. Depois há o Aboubakar..."

Já sobre o Benfica, o extremo é claro. "Tem estado uns furos abaixo, mas vem de um resultado muito moralizador e certamente ganhou alento para o clássico", diz quem já ‘cheirou’ o ambiente de um clássico mas nunca contra o Benfica: "Estive num Sporting-FC Porto [2-0 em 2004/05] mas não entrei. Ainda assim, as semanas de clássicos são diferentes. Há maior ansiedade e só queremos que venha o jogo."

Destacando Pizzi – "muito forte no último passe" – e Jonas – "sempre pronto a marcar" – no Benfica, Bruno avisa que "uma derrota" dos encarnados será mais penalizadora do que do FC Porto. E, no fim, um aplauso: "Gosto de ver os clubes portugueses apostar em portugueses, e se o José e o Bruno estão lá, é porque merecem!"

Luisinho: «Golo de Kelvin só me traz más recordações»

Quando se fala num clássico entre FC Porto e Benfica a Luisinho, há de imediato um nome que lhe vem à cabeça. "As minhas recordações não são boas, de todo, por causa do golo do Kelvin. Esse golo só me traz más recordações porque foi aí que perdemos o campeonato [foi convocado para esse jogo mas acabou por vê-lo na bancada]...", atira o lateral-esquerdo, de 32 anos, acreditando que o Benfica pode sair do Dragão a sorrir. Mas os encarnados que não esperem facilidades.

"Será um jogo difícil, porque o FC Porto em casa é bastante forte. O Benfica tem vindo progressivamente a crescer mas tudo será resolvido nos detalhes", avisa, destacando depois a "qualidade de Brahimi e Aboubakar" contra Jonas e Pizzi, "que podem sempre fazer a diferença".

Para Luisinho, "qualquer deslize será fatal", mas "é um jogo que vale muito mais para o Benfica porque, se perde, começa a ser difícil apanhar o FC Porto". Alertando para a "carga de intensidade" que o clássico acarretará para ambas as equipas, o lateral regozija-se com o facto de José Sá e Bruno Varela serem os mais do que prováveis titulares no Dragão hoje à noite: "Podem ter vinte e poucos anos, mas são dois guarda-redes já com muita experiência de 1ª Liga. É sinal que merecem total confiança por parte dos treinadores para um jogo em que é preciso atenção do primeiro ao último segundo."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Liga NOS

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.